Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sexta-feira 12 Abril |
Aleteia logo
Histórias Inspiradoras
separateurCreated with Sketch.

“Peguei essa doença fazendo o que amo”, escreveu médico pouco antes de morrer de Covid

LUCAS AUGUSTO

Facebook Lucas Augusto

Ricardo Sanches - publicado em 31/01/22

Em mensagem publicada nas redes sociais antes de ir para a UTI, o médico brasileiro escreveu que não se arrepende de ter cuidado dos pacientes com amor e de se expor ao vírus: "Faria tudo outra vez"

Uma publicação do médico brasileiro Lucas Augusto Pires, de 32 anos, minutos antes de ser levado para a UTI por causa da Covid-19 emocionou as redes sociais.

Em estado grave, o neurocirurgião disse que pegou a doença fazendo o que amava, ou seja, trabalhando como médico. Ele ainda afirma que faria tudo de novo:

“Estou indo neste momento pra UTI devido a um agravamento do quadro de Covid-19. Ficarei incomunicável, mas desde já agradeço aos amigos pelas orações. Peguei essa doença fazendo o que amo, cuidando dos meus pacientes com amor e dedicação. Faria tudo outra vez.”

O médico ainda teve tempo para demonstrar sua fé em Deus e nos planos que Ele para cada um de nós:

“Sei que meu Deus é soberano sobre todas as coisas, seus caminhos e propósitos são sempre justos e perfeitos e que, no fim, todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo seu propósito”.

O médico não resistiu às complicações da Covid-19 e morreu no dia 8 de agosto de 2020. Ele deixou esposa e dois filhos pequenos.

Na época, o sentimento de gratidão pelo trabalho desenvolvido pelo jovem médico inundou as redes sociais. Até hoje a sua trajetória marcada pela coragem e pelo amor à profissão inspira parentes, amigos e desconhecidos, que se orgulham do herói que deu a vida para salvar o próximo.

Tags:
BrasilCovidMortePandemiaSaúde
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia