Aleteia logoAleteia logoAleteia
Domingo 22 Maio |
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

Amor e responsabilidade: caminhos para a Teologia do Corpo

VATICAN CITY, VATICAN - 18 OCTOBER 2003: Pope John Paul II concentrates during the weekly general audience in the Nervi Hall at the Vatican.

Alessia Pierdomenico | Shutterstock

Hozana - publicado em 18/02/22

Os escritos da Teologia do Corpo são um verdadeiro presente deixado para nós por São João Paulo II, um santo homem que quis nos ajudar no caminho da nossa santificação

Ainda enquanto cardeal, Wojtyla já havia nos deixado importantes contribuições com os livros “Pessoa e Ato” e “Amor e Responsabilidade”, entre outros. Eles traziam alguns pontos fundamentais da mesma temática, como respostas aos anseios e dúvidas bem concretas dos dilemas que, em sua ação pastoral, via impactar jovens e famílias. Como arcebispo da Cracóvia, iniciou seus primeiros manuscritos sobre a Teologia do Corpo em 8 de dezembro de 1974, quando consagrou sua obra à Imaculada Conceição. Deus, em sua providência, quis chamá-lo à Cátedra de Pedro, em 1978, já com essa obra nas mãos.

A Teologia do Corpo é o conjunto de 133 catequeses, das quais 129 foram proclamadas nas audiências públicas de quartas-feiras, no início do seu pontificado na Praça de São Pedro, no Vaticano, indo de 1979 até 1984.

Objetivos da Teologia do Corpo

Talvez você possa se perguntar como ainda não tinha ouvido falar sobre essas catequeses ou se o seu conteúdo ainda se aplica ao mundo atual. Os escritos da Teologia do Corpo são um verdadeiro presente deixado para nós por um santo homem que quis nos ajudar no caminho da nossa santificação. Eles nos indicam como devemos viver verdadeiramente a afetividade e a sexualidade segundo o plano de Deus para a humanidade. Seu objetivo é responder a dois questionamentos básicos que clamam dentro do ser humano:  

1. Quem sou eu?

2. Como devo viver de modo a encontrar o amor e a felicidade?

Assim, a Teologia do Corpo pode ser dividida nestes dois grandes eixos – identidade e vocação – cada qual com três subdivisões ou ciclos, como o próprio Papa os chamou. As primeiras 23 catequeses retornam ao PRINCÍPIO, meditando sobre a grande obra de Deus, a criação do homem e da mulher e a vida na graça preternatural, antes do pecado. Nelas são abordados temas como unidade original do homem e da mulher, a consciência do significado do corpo, o significado bíblico do “conhecimento” na convivência matrimonial, entre outros.

O segundo ciclo, em 40 catequeses, trata da REDENÇÃO DO CORAÇÃO, que a partir do apelo de Cristo ao coração do homem nos mostra muitas respostas aos males que atingem a humanidade como frutos da concupiscência e, também, a graça redentora que brota da Cruz para mantermos nosso coração em sintonia com o coração do Pai e re-aprendermos a amar como Ele ama. 

O terceiro conjunto de catequeses, ainda dentro dessa primeira parte da obra, num total de nove catequeses, tem como tema A RESSURREIÇÃO DA CARNE. Aqui São João Paulo II, a partir das palavras de Jesus no diálogo com os saduceus sobre a ressurreição, nos ensina como será a vida gloriosa do nosso corpo terreno. Deste modo, João Paulo II nos traz reflexões preciosas sobre quem éramos antes do pecado – o homem original –, quem somos atualmente, feridos pelo pecado, mas também redimidos por Cristo – o homem histórico – e quem seremos na vida eterna, com o corpo ressuscitado – o homem escatológico. 

Virgindade, matrimônio e fecundidade

A segunda grande parte da Teologia do Corpo, começa com o quarto ciclo que trata da VIRGINDADE CRISTÃ. São 14 catequeses que nos levam à bela e profunda meditação da ideia da virgindade e do celibato como antecipação e sinal escatológico. O Papa mostra que nossa vocação à castidade é uma realidade terrena que prefigura a vida futura celeste. 

No quinto ciclo, e o segundo maior conjunto de catequeses – num total de 31 – o Papa traz o tema do MATRIMÔNIO CRISTÃO. São catequeses que fazem o paralelo da união homem-mulher e Cristo-Igreja, mostrando a essencial bi-subjetividade dessas relações. 

E, por fim, o sexto ciclo, composto de 16 catequeses, faz uma abordagem do AMOR E FECUNDIDADE a partir da Carta Encíclica Humanae Vitae do Papa Paulo VI. O Santo Padre nos faz perceber que toda vocação culmina com o amor, dom desinteressado de si para o outro, que sempre rende muitos frutos: na vida familiar – pelo matrimônio – ou na vida consagrada – gerando vidas novas para a Igreja e para o mundo!

Estes ensinamentos foram escritos para todos nós homens, mulheres, jovens, namorados, casados, celibatários, pois nos permitem viver não uma sexualidade reprimida, mas uma sexualidade REDIMIDA, a partir da diferença sexual que abre caminho para buscarmos a comunhão com o outro, segundo o próprio modelo da Santíssima Trindade.

O Papa nos propõe um caminhar, uma experiência efetivamente humana, onde nos reconhecemos como pessoas que nasceram não para ser usadas, mas para ser amadas. Temos, assim, a oportunidade de sermos dom para nós mesmos, para o outro e para Deus.

Quer descobrir toda beleza da sexualidade e entender o plano divino para o amor humano? Então, clique aqui e embarque conosco numa jornada semanal guiada por São João Paulo II, na rede social de oração Hozana.

Uma sementinha será plantada a cada publicação para ajudar você a desabrochar para o amor autêntico. Convido você a conhecer este verdadeiro “tesouro escondido” que a Igreja, como boa mãe e mestra, nos oferece. Será uma grande alegria podermos compartilhar e meditar sobre a Teologia do Corpo. 

Irmã Judith, da Comunidade Sementes do Verbo, pelo Hozana.

Tags:
corpopapasSexualidadeteologia
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia