Aleteia logoAleteia logoAleteia
Segunda-feira 08 Agosto |
São Domingos de Gusmão
Aleteia logo
Em foco
separateurCreated with Sketch.

Consagradas revelam aos padres a verdadeira face do celibato, diz freira em simpósio do Vaticano

Soeur-Alexandra-Diriart-

Vatican News via Youtube

I. Media - publicado em 24/02/22

A consagrada “não só renuncia à conjugalidade, mas também àquilo que faz a beleza de uma mulher: a maternidade”, afirmou a religiosa

As mulheres consagradas podem revelar aos padres a verdadeira face de seu celibato sacerdotal, de acordo com uma freira francesa. A Irmã Alexandra Diriart falou sobre o assunto em um simpósio de três dias no Vaticano. O encontro foi sobre o sacerdócio.

Professora do Pontifício Instituto Teológico João Paulo II para as Ciências do Matrimônio e da Família, a irmã apostólica da comunidade de São João deu uma conferência sobre o tema “estados de vida” na Igreja.

A freira, vestida com seu hábito cinza e branco, concentrou-se na “contribuição específica da consagrada” que é “um sinal importante para o sacerdote pela aparente inutilidade ou pobreza de sua vida ”.

A consagrada “não só renuncia à conjugalidade, mas também àquilo que faz a beleza de uma mulher, a maternidade”, sublinhou. E isso “correndo o risco de ser desprezada, escarnecida e até desacreditada em sua dignidade de mulher”. 

Além disso, prossegue a freira, a mulher “não recebe nada em troca, pelo menos aparentemente”, ao contrário do padre que “recebe em troca o imenso dom do sacerdócio”.

“Sempre existirá o risco de o padre conceber seu sacerdócio como uma função, um poder ou um ministério que ele possui”, enfatizou a irmã Alexandra Diriart. É a mulher consagrada que lhe revela “a verdadeira face da sua fecundidade” e do seu celibato sacerdotal. Ela o lembra que “a fecundidade divina é mantida neste aparente vazio casto que é, de fato, a receptividade ao amor de Cristo, disponibilidade e aceitação do dom de Deus”.

A religiosa também alertou contra “uma dissociação do espiritual e do corpóreo”, que pode levar a uma “desumanização do padre que vive o celibato” até mesmo a uma “perversão”.

Ela concluiu citando São Francisco de Sales: “Não deseje não ser o que você não é, mas deseje ser muito bem o que você é”.

Tags:
CelibatoReligiosossacerdotes
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia