Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quinta-feira 19 Maio |
São Celestino V
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Guerra na Ucrânia: famílias se escondem de bombardeio em casa paroquial

Wojna na Ukrainie

SERGEI SUPINSKY/AFP/East News

Efeitos da ofensiva militar russa na Ucrânia

Karol Wojteczek - Gelsomino Del Guercio - publicado em 25/02/22 - atualizado em 25/02/22

O bispo da Igreja Greco-Católica em Kiev determinou que igrejas da cidade permaneçam abertas durante a guerra para acolher os necessitados; o próprio líder religioso teve que se esconder no porão de uma igreja por causa do bombardeio

“Esta não é uma guerra contra a Ucrânia, mas uma guerra contra o coração da Europa. Estamos todos sob ataque. É uma guerra contra o mundo inteiro. Rogai por nós enquanto esperamos boas notícias, notícias de paz, porque Deus está conosco e é nossa maior força. Rezemos para que Ele converta os corações”, disse em entrevista à agência italiana SIR, o Pe. Sergiei Palamarczuk, pároco da paróquia greco-católica de Lisichańsk, na região de Lugansk.

Segundo a agência, o sacerdote, que conseguiu estabelecer uma ligação telefônica quando estava no caminho de Muratow para Lisiczanek, levou com ele várias famílias que queriam refugiar-se na sua casa paroquial.

“Neste momento estamos fugindo de Muratow porque há muitas armas lá. Vemos veículos militares, ouvimos os sons de bombardeios e tiros de morteiro. A situação aqui não era segura antes. Muitas famílias fugiram em carros e somos os últimos a deixar a área. Alguns, porém, ficaram porque não sabiam para onde ir. Estamos recebendo más notícias sobre Kiev, Kharkiv, então no momento nenhuma cidade está segura. Quando chegarmos à minha casa em Lisiczańsk, teremos que pensar no que fazer e para onde ir”, relatou o padre.

Apesar das dificuldades em continuar a conversa, Pe. Sergei pediu orações pelo povo ucraniano: “Não deixe de orar por nós. Isso é o mais importante”.

Igrejas abertas

O líder da Igreja Greco-Católica na Ucrânia (e bispo de Kiev), Sviatoslav Shevchuk, ordenou que todos os religiosos mantenham suas igrejas abertas, mesmo com a guerra em curso. A iniciativa visa acolher e dar segurança para “quem precisar”.

É uma decisão forte a do bispo de Kiev, no momento mais dramático da história recente de seu país.

Nas últimas horas, o próprio bispo teve que se esconder, juntamente com outras pessoas, no porão da Catedral da Ressurreição, em Kiev, devido ao bombardeio “intenso” na cidade.

“Temos a experiência da guerra no leste da Ucrânia há oito anos. Tentamos organizar bem a rede de ajuda humanitária, vamos colocar à disposição das pessoas, em caso de emergência, nossas igrejas e os prédios que temos à disposição para salvar cada vida. Recordamos que as nossas igrejas já eram hospitais de campanha na época da Revolução da Dignidade”, lembra o arcebispo de Kiev.

Tags:
GuerraIgrejaUcrânia
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia