Aleteia logoAleteia logoAleteia
Terça-feira 16 Agosto |
Bem-aventurado Gabriel Maria de Benifayó
Aleteia logo
Histórias Inspiradoras
separateurCreated with Sketch.

Ruslan, 4 anos e deficiente, resgatado da Ucrânia em meio à invasão

RUSLAN JAGGE

Kelci Christine Jagge | Facebook

Annalisa Teggi - publicado em 25/02/22

Uma recente conversão ao cristianismo levou uma família americana a voar para a Ucrânia enquanto a ordem de evacuação era dada. Eles buscavam uma criança abandonada

Um dos últimos passaportes validados para sair, ou melhor, fugir da Ucrânia foi o de Ruslan, o tesouro que você vê nesta foto. Seus pais adotivos americanos conseguiram obtê-lo apenas algumas horas antes da embaixada americana ser evacuada.

RUSLAN JAGGE
Cortesia de Kelci Christine Jagge

No meio das notícias mais trágicas da Ucrânia a cada minuto, há uma pequena grande história com um final feliz. Theron e Kelci Jagge, americana de San Antonio, Texas, adotaram uma criança gravemente deficiente em um orfanato na Ucrânia. Eles foram buscar o menino e o trouxeram em segurança aos EUA após a invasão russa. O pai adotivo Theron disse:

Há tantos milagres que ocorreram durante esta longa jornada que é difícil colocá-los todos em sequência. […] Quando chegamos ao aeroporto, disseram que tudo estaria fechado em 9 minutos e ainda tínhamos que arrumar as passagens. Em um lugar que nunca estivemos antes. No final, tTudo precisava acontecer como aconteceu.

A Aleteia conversou com Kelci, a mãe adotiva de Ruslan, cuja preocupação não é apenas agradecer a Deus porque Ruslan agora está seguro, mas porque “não nos esquecemos das muitas crianças deficientes que ainda estão em orfanatos ucranianos e correm risco de morte”.

Conversão

Mas onde essa história começa? A decisão de adotar uma criança estrangeira deficiente pode ser o resultado de um ato de caridade puramente humano e abençoado. Mas a história de Theron e Kelci Jagge, um jovem casal de trinta e poucos anos, é marcada por um evento específico que mudou suas vidas, mudando seus corações.

A história conturbada começa em meados de 2020. Após se converterem ao cristianismo, o casal decide adotar uma criança com necessidades especiais.

Em plena pandemia, eles foram capturados por Cristo e decidiram enfrentar um caminho de adoção internacional, com todo o processo burocrático que se pode imaginar, e o agravante de complicações de saúde. “Sim, fomos salvos e Deus mudou nossos corações em 2020”, diz Kelci.

A medida, portanto, não é puramente filantrópica e humanitária (o que obviamente já é em si uma coisa muito boa). Aqui está o reconhecimento de que o primeiro a se mover é Deus, que vem para nos arrancar de nossas guerras e nos lançar no amor.

Nascer com deficiência na Ucrânia

Cerca de um ano atrás, a família Jagge viu uma foto de uma criança em um orfanato ucraniano. Eles foram então até um dos responsáveis ​​pela Reece’s Rainbow, associação que atua na adoção internacional de crianças com necessidades especiais.

“Vimos a foto antes mesmo de pensar na adoção – diz Kelci – e dissemos a nós mesmos: temos que fazer isso agora. Não há melhor momento.”

RUSLAN JAGGE
Cortesia de Kelci Christine Jagge

Alguns se atreveriam a dizer que não haveria pior momento, observando a deterioração gradual da situação ucraniana. Essa foto retratava o pequeno Ruslan, que foi acolhido em um orfanato na parte leste da Ucrânia desde os 8 meses de idade, o lado recentemente declarado independente por Putin.

Quando o casal chegou ao país no mês passado, as tropas russas estavam reunidas na fronteira, e os cidadãos americanos estavam sendo solicitados a evacuar. Chegaram direto ao lugar de onde teriam de fugir.

Alguém já havia abandonado Ruslan, mas o casal não queria fazer isso e lutou para levá-lo para a América. É tragicamente comum que bebês deficientes sejam abandonados em orfanatos na Ucrânia. Nos EUA, agora, o nova família está rezando pelos pequeninos que ficaram lá e por todos aqueles que os ajudaram a tirar Ruslan do país.

Desde que desembarcou no Texas alguns dias atrás, Ruslan vem recebendo todos os cuidados necessários no Hospital Infantil de San Antonio. Seus pais adotivos não se afastam de seu quarto, e os sinais de recuperação são animadores.

Ruslan tem paralisia cerebral, necessidade de uma sonda nasogástrica e nas últimas semanas – enquanto o casal estava movendo mares e montanhas para transferi-lo para os EUA – ele teve pneumonia. Ele também estava gravemente desnutrido. Mais alguns dias sem o tratamento necessário teriam sido fatais.

Um detalhe, entre muitos, chama a atenção.

“Ele nunca chorou. Mais tarde percebemos que ele estava sedado”, disse Kelci Jagge.

Além de sua doença grave, Ruslan sofreu de ataques de abstinência, porque foi tratado com opióides no orfanato.

Agora, olhando para trás, o pai adotivo de Ruslan agradece a Deus.

“O Senhor fez tudo. Deus fez tudo. Pequenas coisas aconteceram pelo caminho e abriram a porta para que pudéssemos voltar para casa”, disse Theron.

Tags:
CriançasGuerraUcrânia
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia