Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quinta-feira 29 Setembro |
São Miguel, São Gabriel e São Rafael
Aleteia logo
Histórias Inspiradoras
separateurCreated with Sketch.

Fatos pouco conhecidos sobre Santa Teresa de Calcutá revelados por uma padre próximo a ela

Mother Teresa

DeepGreen | SHUTTERSTOCK

Gelsomino Del Guercio - publicado em 23/03/22

Pe. Rosário era bem próximo de Madre Teresa. Antes de morrer, ele compartilhou essas histórias pouco conhecidas sobre ela

Pe. Rosario Stroscio (1922-2019), siciliano de Furnari, nas encostas do Monte Etna, foi um missionário salesiano que se tornou confessor de Santa Teresa de Calcutá durante meio século. Alguns anos antes de morrer, ele revelou fatos pouco conhecidos sobre Madre Teresa. O sacerdote falou sobre os últimos momentos da vida da santa e refutou algumas “fake news” e rumores sobre ela.

“Quando Madre Teresa sentiu que estava chegando ao fim, e o Arcebispo de Calcutá me chamou para dar os últimos ritos, até ela teve medo de morrer. Ela estava tremendo. A morte é terrível para todos. Mesmo ela que era uma santa, que tinha visto milhares de pessoas abandonadas morrerem, que tinha tanta certeza da vida após a morte quanto tinha certeza de que o sol nasce e se põe — até ela estava com medo. Não medo; apreensão, essa é a palavra. Trepidação para estar diante de Deus. O bom foi que desta vez ela não morreu”, disse Pe. Rosario Stroscio ao Corriere della Sera.

padre-rosario-stroscio.jpg
Pe. Rosario Stroscio foi confessor de Santa Teresa de Calcutá

A primeira vez em Calcutá

Pe. Rosario chegou à Índia com apenas 17 anos, mas seu primeiro encontro com Santa Teresa foi na Catedral de Calcutá, em 1948. “Ela obteve permissão para sair do convento e se deslocar entre as favelas. Seu diretor espiritual, o jesuíta belga Van Exem, tratou-a quase com desprezo naquele dia, e ela, com humildade, não se rebelou”.

O quarto de Madre Teresa

Pe. Rosario a visitava em sua pequena cela, que tinha um catre, uma mesa, um banco e crucifixos por toda parte. “Ela procurava o rosto de Jesus nos outros e o encontrava nos moribundos, nos deficientes, nos órfãos, nas mulheres enlouquecidas pela prisão ou pela violência. Em seu túmulo, ela queria que fosse escrito com pétalas de flores: ‘Eu não faço nada; Ele faz tudo.’”

A jornalista

O missionário lembrou-se de quando Madre Teresa tocou o coração de uma jornalista que a agrediu verbalmente por sua condenação ao aborto.

“Uma vez uma jornalista americana – preconceituosa, arrogante – veio entrevistá-la. Ela se recusou a andar descalça. O som de seus saltos altos ecoou pelo convento. Madre Teresa a recebeu enquanto retirava vermes do corpo de um moribundo, que ela havia apanhado na esquina. Ela olhou para cima, viu-a e disse: ‘Tenha paciência, na minha idade não consigo mais enxergar bem. Você me ajudaria?’ A jornalista atirou-se aos pés em prantos. Madre Teresa havia tocado seu coração. Ela era realmente uma santa.”

O boato do exorcismo

Mas o episódio que mais permaneceu na mente do Pe. Rosario é certamente o do “suposto exorcismo” de Santa Teresa de Calcutá, como foi divulgado pela imprensa e depois negado pelo Arcebispo de Calcutá.

“Quando o arcebispo me chamou porque Madre Teresa estava muito doente”, conta o missionário, “dei-lhe os últimos ritos e rezei com ela, por ela. Eram seis horas da tarde. Madre Teresa se sentiu um pouco melhor e milagrosamente se recuperou. Era 1997, e ela já tinha 87 anos. Ela morreu alguns meses depois. Naquela ocasião, não tive tempo de chegar à cabeceira dela.”

Os supostos milagres

Pe. Rosario finalmente enfatiza que não difícil iniciar sua causa de beatificação. “Coletamos 133 depoimentos. Pelo menos cinco mulheres afirmaram terem sido curadas por ela em uma única noite – e os médicos confirmam”.

Tags:
CaridadeMadre TeresaSantos
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia