Aleteia logoAleteia logoAleteia
Segunda-feira 16 Maio |
Santo André Bobola Mártir (†1657) Comemoração: 16 de maio
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

Deus pode forçar a Rússia a parar a guerra na Ucrânia?

UKRAINE CONFLICT

Kutsenko Volodymyr | Shutterstock

Philip Kosloski - publicado em 24/03/22

Por mais que desejemos que Deus force a Rússia e a Ucrânia a um cessar-fogo, não é bem assim que Ele trabalha

Quando rogamos a Deus pelo fim da guerra na Ucrânia, é tentador pedir a Ele que force a Rússia a parar o conflito.

Entretanto, isso implicaria no fato de Deus se sobrepor ao livre arbítrio dos soldados russos e os obrigar a parar a violência.

E, por mais que desejemos que Deus force a Rússia e a Ucrânia a um cessar-fogo, não é bem assim que Ele trabalha.

Deus respeita nosso livre-arbítrio

Podemos não gostar disso, mas o fato é que Deus nos criou como seres livres, não robôs que podem ser reprogramados.

O Catecismo da Igreja Católica explica a liberdade que Deus nos deu:

«Deus […] deixou o homem entregue à sua própria decisão» (Sir 15, 14), para que ele possa aderir livremente ao seu Criador e chegar assim à perfeição beatífica.

A liberdade é a capacidade de agir ou não agir e, assim, de realizar por si mesmo ações deliberadas. Atinge a perfeição do seu ato, quando está ordenada para Deus, supremo Bem.

CIC 1743-1744

Se não nos fosse dada a liberdade ou se nossa liberdade pudesse se virar contra nós, não seríamos mais responsáveis por nossas ações.

A liberdade caracteriza os atos propriamente humanos. Torna o ser humano responsável pelos atos de que é autor voluntário. O seu agir deliberado pertence-lhe como próprio.

CIC 1745

Portanto, se Deus forçasse a Rússia contra a vontade dela, isso violaria nossa confiança em Deus e tornaria nossas próprias ações sujeitas aos “caprichos” de um Deus injusto.

Se Deus retirasse nosso livre arbítrio, todo o sistema de julgamento divino seria colocado em perigo.

Mais importante ainda: se nosso livre arbítrio nos fosse tirado, nós não seríamos capazes de amar a Deus.

Os milagres e a graça de Deus podem influenciar nossas decisões

Entretanto, Deus pode nos “influenciar” de forma positiva através da graça e dos milagres.

Liberdade e graça. A graça de Cristo não faz concorrência de modo nenhum, à nossa liberdade, quando esta corresponde ao sentido da verdade e do bem que Deus colocou no coração do homem. Pelo contrário, e como o certifica a experiência cristã sobretudo na oração, quanto mais dóceis formos aos impulsos da graça, tanto mais crescem a nossa liberdade interior e a nossa segurança nas provações, como também perante as pressões e constrangimentos do mundo exterior. Pela ação da graça, o Espírito Santo educa-nos para a liberdade espiritual, para fazer de nós colaboradores livres da sua obra na Igreja e no mundo.

CIC 1742

Essencialmente, a graça pode trabalhar dentro de nossos corações para que possamos escolher livremente amar a Deus.

É assim que nossas orações podem influenciar positivamente a Rússia e a Ucrânia, inundando os políticos e líderes de ambos os países com um rio de graças, dando-lhes todas as oportunidades para parar a guerra.

Além disso, os milagres podem impactar ainda mais a livre escolha de cada pessoa, dando-lhe ainda mais chances de optar livremente por Deus.

Os sinais realizados por Jesus testemunham que o Pai O enviou. Convidam a crer n’Ele. Aos que se Lhe dirigem com fé, concede-lhes o que pedem. Assim, os milagres fortificam a fé n’Aquele que faz as obras do seu Pai: testemunham que Ele é o Filho de Deus. Mas também podem ser «ocasião de queda». Eles não pretendem satisfazer a curiosidade nem desejos mágicos. Apesar de os seus milagres serem tão evidentes, Jesus é rejeitado por alguns; chega mesmo a ser acusado de agir pelo poder dos demônios.

CIC 548
Tags:
CatecismoGuerraRússiaUcrânia
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia