Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quinta-feira 18 Agosto |
Santo Eônio
Aleteia logo
Estilo de vida
separateurCreated with Sketch.

Síndrome de Burnout e espiritualidade

shutterstock_1504807880.jpg

fizkes | Shutterstock

Mário Scandiuzzi - publicado em 27/03/22

Além de uma fonte de renda, seu trabalho tem sido também uma fonte de problemas e doenças?

O dia a dia é corrido. São inúmeros compromissos, pressão por resultados, administração do tempo, priorizar as atividades. A vida profissional nem sempre é fácil, e num mercado cada vez mais competitivo, a saúde pode dar sinais de que algo não está bem.

Cansaço físico e mental excessivo, falta de sono, problemas gastrointestinais, mudanças no apetite, dificuldade de concentração e sentimentos de fracasso de falta de esperança são alguns sintomas de um distúrbio emocional chamado de Síndrome de Burnout (expressão em inglês que pode ser traduzida como queimar por inteiro) ou Síndrome do Esgotamento Profissional.

Os sintomas podem surgir de forma leve, mas a tendência é se agravarem – se nada for feito. Psiquiatras ou psicólogos capacitados poderão identificar estes sinais, diagnosticar o quadro e indicar o melhor tratamento, que pode ser através de psicoterapia ou com o uso de medicamentos. Além disso, mudanças nas condições de trabalho e a prática de atividade física também são indicados para alcançar um melhor resultado.

A prevenção pode ser feita com a definição de pequenos objetivos na vida pessoal e profissional e momentos de lazer com amigos e familiares, entre outros.

Não estamos falando que as pessoas que sofrem com esta síndrome devem abandonar seus empregos, mas é importante saber analisar a relação custo/benefício. Além de uma fonte de renda, tem sido uma fonte também de problemas e doenças? Existe a possibilidade de um outro emprego?

O modo como olhamos nossa vida também deve ser mudado. Enxergamos apenas os pontos negativos, ou conseguimos ver os aspectos positivos e tirar lições de cada situação enfrentada? Para isso é importante valorizar o que temos vivido de bom.

Se o diagnóstico médico indicar o uso de remédios, lembre-se do livro do Eclesiástico, capítulo 38. O versículo 1 diz o seguinte: “Honra o médico por causa da necessidade, pois foi o Altíssimo que o criou”. Mais à frente, no versículo 4, está escrito que “O Senhor fez a terra produzir os medicamentos; o homem sensato não os despreza”.

Reforce também os seus momentos de oração e de reflexão da Palavra de Deus. São Paulo nos ensina: “Orai em todas circunstância” (Efésios 6,18).

E por fim, deposite toda sua fé em Cristo, afinal Ele mesmo disse: “Coragem! Eu venci o mundo”. (João 16,33)

Tags:
DepressãoEstresseOraçãoTrabalho
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia