Aleteia logoAleteia logoAleteia
Segunda-feira 16 Maio |
Santo André Bobola Mártir (†1657) Comemoração: 16 de maio
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

45% da população da Ucrânia sofre risco de não ter comida

Ucrânia sofre alto risco de ficar sem comida para todos

AP/Associated Press/East News

Francisco Vêneto - publicado em 30/03/22 - atualizado em 30/03/22

Um quinto dos habitantes já está cortando refeições

O Programa Mundial de Alimentos (PMA), uma agência da Organização das Nações Unidas (ONU), divulgou a estimativa de que 45% da população da Ucrânia esteja sofrendo o risco de não ter o que comer. Segundo o PMA, a falta de comida é uma das principais preocupações dos ucranianos, junto com a insegurança causada pelos ataques russos e com a grave restrição de acesso a combustíveis para os transportes.

A agência da ONU, que está procurando fornecer mantimentos suficientes para ao menos 3 milhões de pessoas no país durante um mês, estima que um quinto dos ucranianos já vem cortando refeições para priorizar a alimentação das crianças.

As estruturas para o fornecimento de comida na Ucrânia estão gravemente prejudicadas. Trens e caminhões foram destruídos, aeroportos foram bombardeados, rodovias e pontes estão intransitáveis e muitos depósitos e supermercados ficaram vazios.

A maior preocupação, naturalmente, é com as famílias que vivem nas áreas de combate, principalmente em Mariupol, que sofreu os ataques mais devastadores e aonde nenhum tipo de ajuda humanitária pôde chegar desde o início da guerra, há mais de um mês.

Outras cidades em situação grave são Kharkiv, Odessa, Dnipro e Sumy, além da própria Kiev. O sítio a essas regiões, porém, é parcial e, portanto, alguns meios de transporte comercial ainda conseguem alcançá-las. Em 18 de março, por exemplo, Sumy recebeu um primeiro trem com 130 toneladas métricas de refeições prontas, alimentos enlatados, suprimentos médicos e água potável, em quantidade suficiente para 35 mil pessoas. Em Kharkiv, o PMA forneceu 250 mil unidades de pão fresco, ou 133 toneladas. A agência está enviando estoques de alimentos também para Dnipro, Vinnytsia e Kirovohrad.

Em Lviv, no oeste do país e em situação relativamente mais segura, o PMA distribuiu cupons alimentares para uso nos mercados que ainda estão abertos.

Tags:
fomeGuerraUcrânia
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia