Aleteia logoAleteia logoAleteia
Domingo 02 Outubro |
Santos Anjos da Guarda          
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Execuções em Bucha: “reconheci meu esposo pelos sapatos. O corpo foi mutilado”, diz mulher

Masowy grób, Bucza

AP/Associated Press/East News

Valas cavadas para enterrar os corpos de civis mortos em Bucha

Dominika Cicha - publicado em 06/04/22 - atualizado em 28/06/22

De acordo com o Ministério da Defesa ucraniano, os russos realizaram execuções em massa de civis na cidade

“Foram cinco dias, dez, depois 13. Eu estava procurando por meu marido. Um dia, minha vizinha me disse para olhar no porão, porque havia dois corpos lá dentro. Quando desci as escadas, o reconheci por seus sapatos e calças. Seu corpo estava frio. Havia um ferimento de bala na cabeça. O corpo foi mutilado. Você pode ver que ele foi torturado. Eu o enterrei a um metro de profundidade para que os cães não o comessem.” Este é o testemunho de uma moradora de Bucha à TVN 24.

Segundo os soldados ucranianos, centenas de tragédias deste tipo ocorreram na cidade, localizada ao norte de Kiev.

“A cidade ucraniana de Bucha esteve nas mãos de animais russos durante várias semanas. Os civis locais foram submetidos a execuções arbitrárias, alguns com as mãos atadas atrás das costas, seus corpos foram espalhados pelas ruas da cidade”, relatou o Ministério da Defesa da Ucrânia.

As autoridades divulgaram vídeos que mostram corpos de civis jogados nas ruas, em vários pontos da localidade.

NOTA: O vídeo abaixo contém imagens fortes.

Perto da igreja de Santo André e Todos os Santos, foi descoberta uma vala de 14 metros de comprimento. Aproximadamente 300 civis provavelmente mortos pelos russos foram enterrados ali.

Aqui estão fotos de satélite do lugar. Elas foram tiradas em 31 de março pela empresa Maxar:

De acordo com a agência de imprensa polonesa PAP, “o escritor e jornalista ucraniano Stanisław Asiejew avaliou que a localização dos corpos, um em frente a cada prédio, sugere execuções sistemáticas de homens de todas as casas. Em sua opinião, os russos também agiram desta forma na Chechênia”.

Presidente fala sobre o massacre em Bucha

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky falou sobre o massacre em Bucha:

“Centenas de pessoas mortas, torturadas, civis baleados. Corpos nas ruas, território minado (…) Os efeitos dos saques estão em todos os lugares… O mal se concentra em nossa terra: assassinos, carrascos, violadores, saqueadores que se autodenominam exército. (…)

Gostaria que todas as mães de soldados russos vissem os corpos dos mortos de Bucha, Irpin, Hostomel. O que eles fizeram, por que os mataram? O que fez o homem que estava andando de bicicleta na rua? Por que torturaram pessoas comuns até a morte em uma cidade? Por que estrangularam mulheres depois de arrancar seus brincos das orelhas? Como foi possível estuprar mulheres e matá-las na frente de seus filhos? Por que esmagaram corpos humanos com tanques? O que a cidade ucraniana de Bucha fez para a Rússia?”

Segundo informa o site polonês de notícias RMF24.pl, o porta-voz do Kremlin nega categoricamente as informações sobre o massacre em Bucha:

“Nossos especialistas dizem que os vídeos foram falsificados. Nós negamos categoricamente qualquer acusação. A situação é sem dúvida grave, mas pedimos a todos os líderes internacionais que não se apressem para emitir declarações, fazer acusações injustificadas, consultar outras fontes e ouvir nossas explicações”, disse Dmitry Peskov.

Tags:
GuerraMorteRússiaUcrânia
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia