Aleteia logoAleteia logoAleteia
Segunda-feira 16 Maio |
Santo André Bobola Mártir (†1657) Comemoração: 16 de maio
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Funcionários da Cáritas são mortos em Mariupol

Caritas Mariupol

@iamCARITAS | Twitter

Francisco Vêneto - publicado em 13/04/22 - atualizado em 12/04/22

Tanque russo disparou contra edifício onde ficava a Cáritas, matando dois funcionários e cinco familiares

Dois funcionários da Cáritas foram mortos em Mariupol. A tragédia foi confirmada pela própria instituição de caridade da Igreja Católica mediante comunicado de seu secretário-geral, Aloysius John, que escreveu:

“Juntamo-nos com dor e solidariedade ao sofrimento das famílias e dos nossos colegas da Cáritas Ucrânia que vivem esta tragédia”.

Os assassinatos ocorreram ainda em 15 de março, mas só foram confirmados ao público neste dia 12 de abril. As vítimas foram atingidas dentro do edifício em que se localizava o escritório da Cáritas em Mariupol, quando um tanque disparou contra o local. Foram mortos dois funcionários e cinco familiares deles, ali abrigados pensando estarem a salvo.

A Cáritas Internacional reforçou seu “apelo incansável pela paz, como fazemos há 48 dias”. Aloysius John acrescentou:

“O martírio na Ucrânia, como o Papa Francisco o definiu, tem de parar e tem de parar agora. A comunidade internacional deve fazer o impossível para parar este massacre imediatamente. O conflito armado e a violência não são a solução. As vidas humanas devem ser salvaguardadas, a dignidade humana respeitada e a segurança dos civis deve ser garantida”.

A Cáritas atua na Ucrânia mediante a Cáritas Ucrânia e a Cáritas-Spes Ucrânia: a primeira está diretamente ligada à tradição latina da Igreja Católica, enquanto a segunda é gerida pelos membros da tradição greco-católica ucraniana, que mantém plena comunhão com a Santa Sé. Embora autônomas, ambas as entidades são parceiras e têm atuado em cooperação com a Confederação Cáritas, prestando ajuda humanitária a mais de 600.000 pessoas desde o início da guerra, em 24 de fevereiro.

Tetiana Stawnychy, presidente da Cáritas Ucrânia, também lançou um apelo à solidariedade e à oração pelas “famílias das vítimas, pela comunidade da Cáritas Mariupol e pela comunidade da Cáritas Ucrânia”.

Segundo dados da câmara municipal de Mariupol veiculados nesta segunda-feira, 11 de abril, mais de 10 mil civis já foram mortos em decorrência do cerco russo à cidade. O número, porém, pode superar os 20 mil com base na quantidade de corpos encontrados nas ruas.

Tags:
GuerraIgreja CatólicaUcrânia
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia