Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sábado 26 Novembro |
São Conrado 
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Militar ucraniano escreve ao Papa: “Mariupol é o inferno na terra”

Mariupol

AP/Associated Press/East News

Francisco Vêneto - publicado em 20/04/22 - atualizado em 28/06/22

"O senhor provavelmente já viu muitas coisas na vida, mas tenho certeza de que nunca viu nada como o que está acontecendo em Mariupol"

Um militar ucraniano escreveu ao Papa Francisco e declarou que “Mariupol é o inferno na terra”, falando em referência à cidade que sofreu um cerco total e brutal dos invasores russos e que se transformou no lugar mais devastado da Ucrânia durante a guerra que martiriza o país desde 24 de fevereiro.

A carta foi escrita por Sergiy Volyna, comandante da 36ª Brigada de Fuzileiros Navais da Ucrânia, que está em Mariupol. O envio da carta foi confirmado pelo embaixador ucraniano junto à Santa Sé, Andrii Yurash.

O militar ucraniano pede a ajuda do Papa e afirma que “somente as orações não são suficientes”. Ele escreve:

“Não sou católico, sou ortodoxo. Acredito em Deus e sei que a luz sempre vence as trevas. Lutei durante mais de 50 dias num cerco completo e só tenho tempo para uma batalha feroz por cada metro da cidade sitiada. O senhor provavelmente já viu muitas coisas na vida, mas tenho certeza de que nunca viu nada como o que está acontecendo em Mariupol, porque isto é o inferno na terra”.

Sergiy Volyna menciona “mulheres com crianças e bebês que vivem em bunkers sob a mira dos aviões inimigos” e fala de “feridos que morrem todos os dias porque não há remédios, nem comida, nem água”.

O Papa Francisco já se pronunciou enfaticamente contra a guerra em inúmeras ocasiões, se ofereceu desde o início para mediara as negociações de paz, envio um emissário pontifício à Ucrânia para coordenar ajudas e fez diversas doações em dinheiro, alimentos, remédios e até ambulâncias.

O Papa também já citou expressamente, em várias ocasiões, o drama de Mariupol, “a cidade de Maria”.

O arcebispo-mor da Igreja greco-católica ucraniana, Sviatoslav Shevchuk, define como “genocídio” o que as tropas invasoras russas estão perpetrando em Mariupol.

Tags:
GuerraPapa FranciscoUcrânia
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia