Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quinta-feira 29 Fevereiro |
Aleteia logo
Espiritualidade
separateurCreated with Sketch.

E quando a ansiedade atrapalha a oração, o que fazer?

ansiedade e oração

Shutterstock

O São Paulo - publicado em 06/05/22

Pe. Cido:"Quero oferecer a você três atitudes para ficar de bem consigo mesma, com os outros e com Deus"

Ansiedade e oração: como equilibrar esse desafio? O pe. Cido Pereira mantém uma coluna de perguntas e respostas no portal O São Paulo, da arquidiocese paulistana, e abordou justamente essa questão, apresentada por uma leitora que preferiu não identificar-se. Ela disse ao sacerdote:

“Padre Cido, eu não estou conseguindo me concentrar nas orações, por causa da ansiedade. Só rezo em pensamento. Estou errada?”

O pe. Cido respondeu com três conselhos para lidar com este cenário que envolve ansiedade e oração:

“Minha irmã, eu quero oferecer a você três atitudes para que fique de bem consigo mesma, com os outros e com Deus, e se liberte dessa ansiedade que está lhe tirando a paz.

1 – Busque as razões dessa ansiedade. Você mesma pode se questionar a buscar caminhos para sair dela. Arrume um tempo para se dedicar ao próximo, busque se relacionar bem com outras pessoas. Pare de julgá-las. Ame para ser amada. E pense que, como você, outros vivem os mesmos problemas. E não há problema sem saída.

2 – Procure ajuda médica e psicológica também. É preciso tirar de nossa cabeça que psicólogo e psiquiatra são para loucos. Não! Eles nos ajudam a reencontrar o nosso eixo, a nos entender bem e a nos entender com o próximo.

3 – E vem a terceira atitude: confiar em Deus, entregar-se aos cuidados de Deus. A oração confiante, seja mental, seja comunitária, acende em nós uma luz que nos torna capazes de enxergar os caminhos para a nossa vida.

Eu vou orar por você, viu?”

Veja também as seguintes matérias sobre ansiedade e depressão:

Tags:
DepressãoEstresseOraçãoPadres
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia