Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sexta-feira 07 Outubro |
Nossa Senhora do Rosário
Aleteia logo
Histórias Inspiradoras
separateurCreated with Sketch.

De comissária a freira de clausura, a viagem inesperada de Evelyn

SOR EVELYN

declausura.org

Sor Evelyn

Valentine Leroy - publicado em 10/05/22

Depois de viajar pelo mundo como comissária de bordo, Evelyn escolheu tornar-se freira. Ela conta como deixou tudo para trás para entrar no Mosteiro de Santo Domingo em Segóvia, Espanha, onde fez os seus votos em 2022. De Singapura para Espanha, do aeroporto para o claustro, descubra a história desta viagem extraordinária

A Irmã Evelyn do Menino Jesus emitiu os seus votos perpétuos no Mosteiro de Santo Domingo em Segóvia, Espanha, este ano. Numa entrevista à Fundação DeClausura, ela conta como desistiu de uma vida agitada cheia de viagens para viver num mosteiro de clausura e assim se dedicar a Deus. Para a jovem dominicana, esta vida de oração, retirada da sociedade, é vital para o mundo, tal como o coração, embora escondido, é necessário para o ser humano.

Trabalhando nas linhas mais importantes de sua empresa, a antiga comissária de bordo descobria todos os anos novos horizontes. Mas apesar da riqueza das suas descobertas, Evelyn sentiu uma sede que só uma vida isolada num mosteiro poderia saciar: “Quando começamos a sentir que nos falta ‘alguma coisa’ porque o que temos não nos satisfaz, devemos ser fiéis a nós próprios e saber o que realmente queremos”.

Conversão

Batizada numa igreja protestante, Evelyn descobriu a Igreja Católica através de um amigo. Embora não fosse muito religiosa na altura, estava em busca de Deus. Graças às suas muitas viagens, foi regularmente a Roma e descobriu a bela igreja de Santa Maria sopra Minerva, onde Santa Catarina de Sena está enterrada.

Então a jovem mulher desenvolveu uma verdadeira amizade espiritual com esta grande santa: foi tocada pela sua incansável busca da Verdade e pela sua fidelidade a Deus. Foi um frade dominicano que a introduziu no mosteiro de Santo Domingo em Segóvia, Espanha, onde escolheu fazer os seus votos temporários em 2018.

Assim, impulsionada pelo seu gosto pelas viagens, deixou Singapura, o seu país natal, para ir para o outro lado do mundo para cumprir a sua vocação religiosa. Após trinta anos sem novas vocações, o mosteiro de Segóvia celebra com alegria a chegada de Evelyn, que este ano fez os seus votos perpétuos.

O significado de uma vida de clausura

Depois de ter viajado pelo mundo, Evelyn escolheu viver uma vida de clausura num mosteiro dominicano. Esta forma de vocação religiosa pode parecer incompatível com a missão primária da Ordem Dominicana, que é a pregação, ou seja, a proclamação da Palavra de Deus e o ensino da teologia.

Contudo, a Irmã Evelyn explica que a sua vida de oração e fraternidade com as suas irmãs é em si mesma uma pregação: “Mesmo que muitas pessoas não compreendam o nosso modo de vida ou não saibam da nossa existência”, reconhece a dominicana, “a vocação da religiosa de clausura num mosteiro é comparável ao coração do ser humano. Não o vemos, mas é vital. A vida de uma religiosa de clausura é igualmente vital para a Igreja. Ela lembra-nos que todos os cristãos são chamados à vida contemplativa”.

Oração e estudo

Para viver em união com Deus, Evelyn dedica-se não só à oração mas também ao estudo, o que alimenta a contemplação. O estudo também nos permite ultrapassar os obstáculos, muitas vezes decorrentes da ignorância, que dificultam o nosso progresso em direção a Deus. Trata-se assim de iluminar a inteligência com o Espírito Santo.

Nesse sentido, para explicar o significado desta vida de oração e trabalho longe do mundo, a Irmã Evelyn gosta de se comparar a uma sentinela que diz ao mundo: “Deus existe. Deus está aqui. A eternidade está aqui”. De fato, para a religiosa dominicana, entregar-se inteiramente a Cristo é também entregar-se inteiramente à humanidade.

Tags:
freirasmongesMulherReligiosos
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia