Aleteia logoAleteia logoAleteia
Terça-feira 23 Abril |
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

Falso padre finge celebrar Missa na principal basílica da Argentina

Basílica Santuário de Luján na Argentina

Municipalidad de Luján

Francisco Vêneto - publicado em 10/05/22

A Basílica de Nossa Senhora de Luján lamentou a "fraude e engano" a que os fiéis foram expostos

Um falso padre fingiu celebrar a Santa Missa na principal basílica da Argentina, a de Nossa Senhora de Luján, dedicada à padroeira do país.

Segundo a imprensa local, um homem identificado como Luis Martín Pérsico abordou um sacerdote dentro da basílica na tarde da quarta-feira passada, 4 de maio, e pediu para concelebrar a Missa com ele. O sacerdote abordado pelo falsário foi o pe. Sergio Gómez Tey, da Associação Privada de Fiéis “Negrito Manuel”.

Em comunicado, a Basílica Santuário explicou a ocorrência com o falso padre:

“O pe. Sergio foi envolvido numa armação de Luis Pérsico. Luis procurou o pe. Sergio na condição de padre católico que desejava celebrar uma missa no Santuário para agradecer à Virgem de Luján por uma graça alcançada. O pe. Sergio, comovido com a história contada por Luis Pérsico, o convidou a celebrar a Missa. Como esse acordo foi feito apenas entre eles, o Santuário de Luján nunca foi informado sobre a participação. Foi justamente o pe. Sergio que, enganado, permitiu que Luis estivesse no altar durante a missa que o próprio pe. Sergio concelebrou”.

A Basílica de Nossa Senhora de Luján lamentou “a fraude e o engano” com o falso padre a que os fiéis da Argentina foram expostos. O Santuário pediu desculpas pela “confusão gerada”.

Segundo a Arquidiocese de Mercedes-Luján, o mesmo falso padre já havia tentado “celebrar” uma Santa Missa na Argentina em janeiro de 2020.

Tags:
IgrejaPadresSantuários
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia