Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sábado 01 Outubro |
Santa Teresinha do Menino Jesus
Aleteia logo
Estilo de vida
separateurCreated with Sketch.

Como o conteúdo que você consome pode influenciar o seu humor

Este artigo é exclusivo para os membros de Aleteia Premium
MOODS

SewCream | Shutterstock

Cecilia Pigg - publicado em 11/05/22

Quer percebamos ou não, o conteúdo que consumimos em sites, TV, rádios e livros dita muito o que pensamos e como nos sentimos no dia a dia

Recentemente, percebi que todas as noites eu ia para a cama me sentindo um pouco desanimada e perdida. Não era uma sensação enorme e avassaladora, mas estava lá, noite após noite. Finalmente, somei dois mais dois e percebi: aquele sentimento estava relacionado ao programa de TV que eu costumava assistir.

Toda vez que eu assistia ao programa antes de dormir, ficava meio triste. Então, eu resolvi ver o programa só uma vez por semana – e no começo do dia. Resultado: agora, me sinto bem melhor à noite. Foi uma solução fácil, mas difícil de aderir, pois o programa era envolvente e eu tinha um pouco de hábito formado. 

Entretanto, osso me levou a refletir sobre algumas questões. Por exemplo: como o conteúdo que consumimos influencia o nosso humor?

Quer percebamos ou não, o conteúdo que consumimos dita muito o que pensamos e como nos sentimos no dia a dia. Aqui estão algumas perguntas para orientá-lo a descobrir como você pode ser afetado todos os dias e o que mudar para melhorar seu humor.

O que você ouve?

Faça uma lista de tudo o que você ouve em um dia, incluindo podcasts, músicas, audiobooks, rádio etc. 

Como o que você ouve faz você se sentir? Você tem uma playlist que combina com seu humor quando está triste? Você ouve música para se empolgar? Os vídeos que você assiste te deixam com raiva? Escolha as principais coisas que você ouve e escreva como elas fazem você se sentir. Use palavras como: feliz, frustrado, engajado, zangado, insatisfeito, pacífico etc. 

Agora, olhe para o que você escreveu e vá mais fundo. As músicas que você ouve têm que tipo de letra? São letras sobre amor? Agitação política? Como as pessoas nos podcasts que você ouve conversam? Estão sempre reclamando de alguma coisa ou adotam uma linguagem positiva que soma com quem eles estão falando?

Aqui estão algumas ideias de coisas para ouvir que não provocam sentimentos ruins:

Música: se você gosta de música, mas as letras estão afetando você, tente ouvir um pouco de música instrumental. Consuma trilhas sonoras de filmes, temas clássicos ou jazz por algumas semanas; faça uma pausa na sua música normal;

Podcasts/Notícias: tente fazer uma pausa nas notícias. Se você ouve podcasts para se educar sobre determinados tópicos, considere se esses podcasts ainda são úteis para você ou se é hora de fazer uma pausa ou seguir em frente. Tente um podcast católico para ensiná-lo sobre a fé.

Quais são os programas, filmes e séries a que você tem assistido?

Anote as coisas a que você assiste em um dia ou fim de semana típico… vídeos, programas de televisão, filmes, stories do Instagram etc. 

Como o que você assiste faz você se sentir?

Indo mais fundo: como as coisas que você assiste afetam suas expectativas acerca das pessoas ao seu redor? Se você assiste a muitas comédias românticas e stories do Instagram sobre casamentos, isso pode estar afetando sua visão de como é o amor? As coisas que você está assistindo estão deixando você insatisfeito com sua vida amorosa atual – seja você casado ou solteiro?

Uma sobrecarga de violência ou sexo em um filme pode definitivamente afetar seu humor. Tente assistir a alguns documentários ou filmes infantis para mudar sua rotina normal.

O que você lê?

Agora, que tal anotar o que você lê: blogs, livros, revistas, sites etc. 

Como o que você lê faz você se sentir? Considere: este blog me deixa com raiva constantemente sempre que o leio? Esta revista me deixa preocupado com coisas que não tenho? Muitos tutoriais de blog sobre costura, por exemplo, podem me ajudar a aprender as habilidades que eu quero, mas ao mesmo tempo podem me convencer de que preciso de muitos acessórios de costura e parafernália para ter uma vida profissional feliz nesta área.

Tente fazer uma pausa no conteúdo escrito que altera o seu humor e tente mudar de gênero – ou apenas cortar a leitura extra por um tempo. 

Preste atenção na hora do dia

O momento em que consumimos conteúdo também pode influenciar o nosso humor. Você consome conteúdo imediatamente ao acordar e logo antes de dormir? Pode ser bom dar uma pausa no início da manhã e no final da noite. Você consome conteúdo que o deixa irritado ou frustrado logo antes de se encontrar com amigos ou familiares? Talvez seja melhor ouvir as notícias mais tarde, quando você tiver tempo para descompactar e processá-las, por exemplo. 

Enfim, essas foram algumas dicas para melhorar nossos hábitos de consumo de conteúdo, a fim de nos ajudar a viver e amar com um humor melhor!

Este artigo é exclusivo para os membros Aleteia Premium

Já é membro(a)? Por favor,

Grátis! - Sem compromisso
Você pode cancelar a qualquer momento

1.

Acesso ilimitado ao conteúdo Premium de Aleteia

2.

Acesso exclusivo à nossa rede de centenas de mosteiros que irão rezar por suas intenções

3.

Acesso exclusivo ao boletim Direto do Vaticano

4.

Acesso exclusivo à nossa Resenha de Imprensa internacional

5.

Acesso exclusivo à nova área de comentários

6.

Anúncios limitados

Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Tags:
CinemaInternetPsicologiasentimentos
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia