Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quarta-feira 24 Abril |
Aleteia logo
Estilo de vida
separateurCreated with Sketch.

Este é o ingrediente mais católico que você tem na cozinha

WEB3 OLIVE OIL BREAD ITALIAN MEDITERRANEAN DIET OLIVES DEMENTIA Shutterstock

Shutterstock

Zoe Romanowsky - publicado em 19/05/22

Um produto cercado por simbolismos sagrados e benefícios para a saúde

Talvez você já saiba um pouco sobre como as pessoas comiam nos tempos bíblicos. E talvez você já tenha lido sobre o que o próprio Jesus costumava comer. Um dos alimentos que estava nessas listas e tem resistido ao teste do tempo é o fruto prensado da oliveira, ou seja, o azeite ou óleo de oliva.

O produto é tão apreciado que, em uma recente reunião da Pontifícia Academia de Ciências, realizada nos Jardins do Vaticano, estudiosos e especialistas discutiram a importância do óleo de oliva na história da salvação e na cultura cristã de hoje.

“É difícil encontrar um símbolo mais atual de esperança e justiça”, disse Dom Marcelo Sánchez Sorondo, filósofo, teólogo e presidente emérito da Academia.

De fato, a oliveira sempre foi um símbolo poderoso. Até hoje, os óleos sagrados utilizados pela Igreja em sacramentos como o batismo, a confirmação, as ordens sagradas e a unção dos enfermos são, normalmente, feitos com óleo de oliva.

Na conferência, o Cardeal Giovanni Battista Re disse que o óleo de oliva é um “símbolo do Espírito Santo”.

Benefícios

Além do seu simbolismo sagrado, o produto da oliva também proporciona benefícios à saúde.

Associado à dieta mediterrânea, o azeite de oliva – particularmente o extra virgem, que é o menos processado – é rico em ácido oleico e antioxidantes e considerado um alimento nutritivo e útil. É indicado para alimentos crus, como saladas, mas também pode ser usado em produtos cozidos ou para frituras em baixa temperatura.

Na conferência do Vaticano, os especialistas apontaram a relevância do azeite de oliva na dieta mediterrânea, que é considerada uma das melhores formas de comer no mundo em termos de benefícios à saúde. “Os estudiosos nos explicaram que 30% da dieta mediterrânea é representada pelo azeite e seus benefícios na prevenção de doenças”, disse o Bispo Marcelo Sánchez Sorondo na conferência.

Além disso, quando há um foco no cultivo do bom azeite de oliva, ele tem um efeito amplo, pois significa que você tem que considerar como cuidar melhor da terra, além de como processar o azeite adequadamente para manter seus nutrientes. Também nos convida a considerar e apreciar as muitas maneiras culturais e sagradas através das quais o azeite (ou óleo) de oliva é usado para melhorar nossas vidas, seja em momentos sacramentais ou em nossas igrejas domésticas, onde cozinhamos e comemos com aqueles que amamos.

Portanto, da próxima vez que você abrir uma garrafa de azeite de oliva (e certifique-se de estar comprando o verdadeiro produto), dê graças a Deus por uma substância que tem revelado a bondade e Deus através dos tempos.

Tags:
Bem estarBíbliaSaúde
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia