Aleteia logoAleteia logoAleteia
Segunda-feira 04 Julho |
São Raimundo Gayrard
Aleteia logo
Cultura & Viagem
separateurCreated with Sketch.

Um Michelangelo moderno?

000231490009-e1652989946830.jpg

Theresa Civantos Barber - publicado em 23/05/22

Jovem escultor cria obras católicas de uma beleza imponente

Quando pensamos em grandes escultores, Michelangelo é o primeiro a vir à mente. Portanto, não é de admirar que ele inspire grandes escultores dos tempos modernos. É o caso do jovem americano Christopher Alles.

“Quando Christopher Alles pensa em escultura, ele pensa em Michelangelo”, compartilhou em um documentário sobre artesãos católicos.

Mas, quem é exatamente Christopher Alles? É um escultor especializado em arte figurativa e sagrada. Seu trabalho é verdadeiramente inspirador em sua beleza.

Como tantos grandes artistas, a tradição artística italiana o formou. Depois de frequentar a faculdade por um ano, ele desistiu e começou uma formação em arte clássica em Florença, Itália, onde ajudou o artista Dony MacManus em um monumental altar para uma capela de uma escola médica em Roma.

Christopher Alles, sculptor, sculpture, artist

Ele continuou aprendendo sob a orientação do escultor Tomasz Misztal, com quem estudou a grande forma europeia de escultura e completou sua primeira figura quase em tamanho real. Também finalizou uma aula de desenho com Vitaly Borovic, chefe de desenho da Academia Imperial de Arte, São Petersburgo, Rússia.

Christopher foi convidado para trabalhos em várias partes dos Estados Unidos: desde pequenos retratos, esculturas arquitetônicas até esculturas figurativas monumentais. Seu trabalho tem sido apresentado no New York Post, The New Criterion e no Catholic New York.

Christopher Alles, sculptor, sculpture, artist

Ele recebeu o Prêmio Stanford White na categoria “Arte e Artesanato” por sua contribuição no recém-construído baldaquino na Igreja de São Miguel, no centro de Manhattan.

Alles compartilha seu trabalho em sua conta Instagram, onde você pode ver obras de arte acabadas, assim como peças em andamento.

Tivemos a oportunidade de entrevistar este artista extraordinariamente talentoso, e aqui está o que ele nos disse.

O que o levou a fazer arte sacra?

Quando se trata da criação da cultura e da arte, é preciso amar algo para fazê-lo. Quando uma decisão precisava ser tomada em termos de que tipo de arte eu faria, ficou claro que ela tinha que estar dentro do reino da arte sagrada católica. Isto não exclui outros assuntos para mim, mas a expressão mais alta de qualquer cultura é o sagrado, e no caso da cultura cristã, é a Missa. Todas as outras formas de arte e expressões no Ocidente fluem da arte da Missa.

Qual é seu material favorito para trabalhar?

Normalmente eu gosto de trabalhar em barro. É obviamente muito flexível de se trabalhar; é fácil fazer mudanças e a argila à base de água responde instantaneamente ao toque. É um meio muito agradável de se esculpir. Normalmente, depois que a argila é modelada, as obras é que são moldadas, e depois vem o bronze ou outros materiais para a etapa final.

Se você pudesse esculpir qualquer coisa, qual seria seu projeto dos sonhos?

Essa é uma pergunta difícil. Há tantas coisas. Eu adoraria fazer uma obra monumental do Beato Carlos da Áustria. Este seria um pouco mais um projeto cívico, mas seria também um projeto natural relacionado à Igreja, pois ele é um beato. O contexto de tal obra, no entanto, faria mais sentido na Áustria ou na Hungria.

Você reza enquanto trabalha? Você pode compartilhar como a oração afeta seu processo artístico?

Ora et labora. A oração é sempre um aspecto do trabalho, ela emerge naturalmente à medida que se procede. Não há orações particulares antes de meu trabalho, exceto ofertas matinais e um pedido de intercessão de São Castório, santo padroeiro dos escultores. Enquanto trabalho, rezo talvez inconscientemente. Sempre que se entra na contemplação de uma ordem superior, é oração.

Existe alguma passagem da Escritura ou citação de um santo que guia sua vida?

Recentemente, São José tem desempenhado um papel importante em meu trabalho, devido ao seu exemplo de liderança e paternidade. Como pai, eu mesmo recorro à sua intercessão e orientação para liderar minha família em tempos difíceis, e nas incertezas da vida. Ele também é o santo padroeiro dos artesãos e trabalhadores em geral, por isso ele é um intercessor particularmente poderoso para o sucesso do meu trabalho.

Christopher Alles, sculptor, sculpture, artist
Tags:
CulturaTrabalho
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia