Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sexta-feira 09 Dezembro |
São Cipriano de Genouillac
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

Direto do Vaticano: por que o Papa escolheu o cardeal Zuppi

Este artigo é exclusivo para os membros de Aleteia Premium
EUCHARISTIC ADORATION FOR LIFE-Abortion-Prolife

Antoine Mekary | ALETEIA

I.Media para Aleteia - publicado em 25/05/22

Boletim Direto do Vaticano de 25 de maio

  • O Papa Francisco coloca o cardeal Zuppi à frente do episcopado italiano
  • Reunião plenária de bispos sob pressão
  • Papa expressa consternação com massacre em escola no Texas

O Papa Francisco coloca o cardeal Zuppi à frente do episcopado italiano

Por Camille Dalmas – O Cardeal Matteo Zuppi (66), arcebispo de Bolonha, foi nomeado presidente da Conferência Episcopal Italiana (CEI) pelo Papa Francisco a 24 de Maio. Substitui o Cardeal Gualtiero Bassetti (80), Arcebispo de Perugia, que tinha sido presidente da instituição desde 2017.

Durante a 76ª assembleia plenária do CEI, que se realiza perto de Roma de 23 a 27 de Maio, o Papa Francisco teve a tarefa de encontrar um substituto para o Cardeal Bassetti, que chegou ao fim do seu mandato. Numa entrevista ao Corriere della Sera, o pontífice tinha indicado que tencionava nomear um cardeal que fosse “firme” e capaz de “fazer uma boa mudança”. Um desejo que ele teria expresso ao episcopado italiano, do qual é Primaz, durante a sessão inaugural da assembleia, de acordo com os relatos da imprensa italiana.

Na manhã de 24 de Maio, os bispos italianos votaram uma terna – três nomes de candidatos – que propuseram ao Papa Francisco. Ele escolheu o Arcebispo de Bolonha. Segundo Famiglia Cristiana, os outros nomes na terna apresentados ao pontífice eram o Cardeal Paolo Lojudice, Arcebispo de Siena, e o Bispo Antonino Raspanti, Bispo de Acireale e Vice-presidente cessante da CEI. Tal como na eleição do Cardeal Bassetti em 2017, diz-se que o Papa Francisco escolheu o Cardeal Zuppi, que ficou em primeiro lugar nas eleições.

O Cardeal de Sant’Egidio

Um perfil perfeito de um “bispo bergogliano”, Matteo Zuppi é hoje o porta-voz de uma das mais influentes associações de católicos leigos da Igreja: a comunidade de Sant’Egidio. Na sua juventude, nos anos 70, foi um dos primeiros membros desta organização empenhado no diálogo inter-religioso e na paz – uma especialidade da associação – e ganhou a reputação de “padre de rua”.

Nos anos 90, Matteo Zuppi deu a Sant’Egidio a sua dimensão internacional ao participar numa mediação em Moçambique, e subsequentemente viajou por todo o mundo por ocasião de “orações pela paz” e outras mediações. Graças a este último, aperfeiçoou o seu domínio das línguas e construiu uma rede importante dentro e fora da Igreja.

Em 2012 foi nomeado bispo auxiliar de Roma, e em 2015 foi escolhido pelo Papa argentino para chefiar a Arquidiocese de Bolonha. Na esteira do Papa Francisco, ele está muito empenhado nas questões sociais e humanitárias, uma das razões pelas quais foi escolhido pelo pontífice em 2019 para se juntar ao Colégio dos Cardeais. Como símbolo, o Papa Francisco confiou-lhe a paróquia de Sant’Egidio, em Trastevere, onde tudo começou para ele.


Reunião plenária de bispos sob pressão

Por Hugues Lefèvre : A pressão está a aumentar na reunião dos bispos italianos em sessão plenária de 23 a 27 de Maio. Cada vez mais grupos exigem que a Igreja italiana lance luz sobre os abusos sexuais cometidos no passado por membros do clero. Após a publicação do relatório da Comissão Sauvé em França em Outubro de 2021 e a criação de uma comissão de inquérito em Espanha em Março pelos parlamentares do país, muitas vozes se levantam a favor de que a Itália também enverede por este caminho.

Por exemplo, a Coordenação contra os abusos na Igreja Católica em Itália (ItalyChurchToo) acaba de exigir publicamente a abertura de um inquérito independente. Uma carta tinha sido enviada anteriormente à CEI e a membros proeminentes da Cúria, incluindo o Cardeal Pietro Parolin, Secretário de Estado da Santa Sé, e o Secretário-Geral do Sínodo dos Bispos, Cardeal Mario Grech.

Esta semana, espera-se uma comunicação dos bispos sobre as atividades e propostas para combater os abusos promovidas pelo Serviço Nacional de Protecção de Menores. Resta saber se os anúncios corresponderão às expectativas das associações de vítimas, enquanto que um livro chocante – “Agnus Dei, Sexual abuse by the clergy in Italy” – deverá ser publicado na quinta-feira na península.

No dia da conclusão da assembleia da CEI, na próxima sexta-feira, será realizada uma conferência de imprensa pela Coordenação contra os abusos na Igreja Católica em Itália. A associação espera que sejam tomadas “medidas precisas e urgentes” e que a CEI “dissipe as dúvidas sobre a reticência e resistência do episcopado italiano” face a este fenómeno, que ainda não foi objeto de um estudo exaustivo naquele país.


Papa expressa consternação com massacre em escola no Texas

Após sua catequese aos peregrinos nesta quarta-feira na Praça de São Pedro, o Papa Francisco falou sobre o massacre que deixou 21 mortos em uma escola no Texas.

“Tenho o coração consternado por causa do massacre na escola básica do Texas. Rezo pelas crianças, pelos adultos assassinados e pelas suas famílias. É tempo de pôr fim ao tráfico indiscriminado de armas. Comprometamo-nos todos para que tais tragédias nunca mais possam acontecer”, disse o Santo Padre.

Este artigo é exclusivo para os membros Aleteia Premium

Já é membro(a)? Por favor,

Grátis! - Sem compromisso
Você pode cancelar a qualquer momento

1.

Acesso ilimitado ao conteúdo Premium de Aleteia

2.

Acesso exclusivo à nossa rede de centenas de mosteiros que irão rezar por suas intenções

3.

Acesso exclusivo ao boletim Direto do Vaticano

4.

Acesso exclusivo à nossa Resenha de Imprensa internacional

5.

Acesso exclusivo à nova área de comentários

6.

Anúncios limitados

Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Tags:
Abusos SexuaisBisposDireto do Vaticano
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia