Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quinta-feira 29 Fevereiro |
Aleteia logo
Estilo de vida
separateurCreated with Sketch.

Casamento: 3 atitudes para evitar discussões e brigas

COUPLE

interstid | Shutterstock

Cecilia Pigg - publicado em 01/06/22

Aqui estão três coisas que você pode fazer para se concentrar no que é bom e verdadeiro na sua relação e assim parar de discutir

Quem nunca se viu apanhado num ciclo de “por que ele não faz isso” ou “por que ela não faz aquilo”, culpando o seu cônjuge? Tudo o que ele(a) faz parece ser feito de forma errada ou no momento errado. Uma indignação monótona que nos põe sempre de mau humor, e depois irrompe perante as ações ou inações do cônjuge. E assim surge uma discussão atrás da outra.

É verdade que alguns dias (ou meses ou anos) de um casamento são mais difíceis do que outros. Muito cuidado, pois é fácil acumular ressentimentos. Eis 3 boas atitudes a adotar para evitar que este sentimento continue e que as brigas se multipliquem no seio do casal.

1. ABANDONAR A MENTALIDADE DA CONTABILIDADE

Antes de tudo, é bom parar de contar quem faz mais tarefas, ou quem cuida mais das crianças, ou outras coisas. Um casal é uma equipe com um único objetivo. Se alguns dias o equilíbrio não estiver no ponto certo, não faz mal! Como equipe, um de nós é por vezes chamado a preencher as lacunas do outro. No entanto, se o desequilíbrio persistir de forma desproporcional, é uma boa ideia falar sobre o assunto em conjunto (ou mesmo com a ajuda de um conselheiro matrimonial) para encontrar o equilíbrio certo para o casal.

2. AGRADECER SEMPRE

É importante adquirir o hábito de dizer “obrigado” frequentemente. Isto é ainda mais importante quando você se sente ressentido. É especialmente importante agradecer ao seu parceiro por coisas que toma como certas. Por exemplo, quando ele(a) retira o lixo, lava os pratos, conduz a oração familiar – mesmo que o tenha feito toda a sua vida – não se deve esquecer de lhe agradecer.

3. ANOTE AS TAREFAS REALIZADAS PELO SEU CÔNJUGE

Fazer uma lista mental (ou por vezes física) de todas as coisas feitas pelo seu cônjuge ajuda a sair da lógica do “eu faço tudo” e contribui para o crescimento do amor no casal. Este exercício, que é mais ou menos fácil dependendo do dia, pode incluir várias tarefas (mesmo as que parecem triviais à primeira vista).

Tags:
CasamentoFamíliaRelacionamento
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia