Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sexta-feira 09 Dezembro |
São Cipriano de Genouillac
Aleteia logo
Estilo de vida
separateurCreated with Sketch.

O que os adolescentes realmente precisam que seus pais lhe ensinem hoje em dia?

Este artigo é exclusivo para os membros de Aleteia Premium
Pai e filho adolescente

LightField Studios | Shutterstock

Cerith Gardiner - publicado em 07/06/22

O que funcionou no passado pode não ser tão aplicável hoje, mas, atualmente, faltam alguns elementos daquela educação do passado

A sociedade vem mudando a um ritmo tão rápido, que às vezes é um pouco difícil de acompanhar! Portanto, imagine como deve ser desconcertante para os adolescentes de hoje fazer a transição para a vida adulta.

O que funcionou no passado pode não ser tão aplicável hoje, mas, atualmente, faltam alguns elementos do passado – e, é claro, alguns fundamentos que os adolescentes precisam adquirir e que podem ser adaptados à nossa sociedade moderna.

Para mim, que sou mãe de quatro – dois adolescentes e dois jovens adultos – tem sido um processo de aprendizado. Minha infância de viver em uma pacata cidade do interior sem os aparelhos mais modernos está bem distante da vida de meus filhos. Eles crescem em uma capital com tecnologia digital. Mas isso também é aprendizado – para mim e para eles.

Portanto, aqui estão algumas coisas que eu acredito que os adolescentes precisam dos pais para se tornarem grandes adultos. Se você tem algumas ideias a acrescentar, adoraríamos ouvi-las. Deixe-as nos comentários!

1Pais devem ser pais, não melhores amigos

É cada vez mais comum que pais e filhos tenham um relacionamento um pouco confuso, com ênfase na amizade. É importante, entretanto, construir um relacionamento no qual o vínculo pai-filho seja respeitado, e os filhos conheçam seus limites. Quando há limites mais claros, é mais fácil disciplinar uma criança e ensiná-la a respeitar.

2Não incentivar o consumismo

Não há dúvida de que nossa sociedade de hoje é voltada para o consumo. E quando estamos tratando nossos filhos com um pequeno presente cada vez que vamos à loja, não estamos ajudando em nada.

Essa necessidade de gratificação instantânea precisa ser transformada em paciência. Se eles querem ter uma bicicleta nova, precisam economizar dinheiro ou serem encorajados a ter um pouco de espírito empreendedor. Quando começarem a ver as recompensas de seu trabalho, seus esforços se multiplicarão, e eles terão um senso de realização.

3Transformar expectativa em gratidão

Precisamos incutir nos adolescentes a ideia de que as expectativas deles devem ser realistas. Sim, eles podem esperar que, se trabalharem duro na escola, deveerão ser recompensados com boas notas. Mas também é importante desenvolver um senso de gratidão. Se sairmos com nossos filhos, eles não devem esperar um sorvete, mas se eles ganharem um, devem se sentir gratos.

Pode parecer tão óbvio, mas muitos pais cansados caem na armadilha de se render e dar às crianças o que elas querem apenas para ter um pouco de paz e sossego. É aqui que você tem que ser forte – na verdade, mais forte do que o desejo de seu filho de tomar aquele sorvete! Será difícil. E cansativo. Mas certamente servirá a um propósito maior.

4Despertar as boas maneiras

As pessoas, muitas vezes, lamentam a falta de educação das crianças de hoje. No entanto, deve-se ressaltar que há muitos jovens maravilhosos que têm maneiras impecáveis, e um forte desejo de ajudar os outros.

Embora não vivamos mais em uma sociedade onde os homens tiram o chapéu quando cumprimentam alguém, ainda podemos pensar em tirar nossos óculos escuros quando paramos para conversar com os outros (mesmo que seja apenas para aquele “olá” inicial). Ainda podemos encorajar nossos filhos a ceder seus lugares para alguém mais necessitado – seja uma grávida, um idoso ou alguém com alguma deficiência. As boas maneiras começam em casa, portanto, seja um exemplo. Agradeça aos seus filhos se eles fizerem algo, mantenha a porta aberta para eles, e peça educadamente ao fazer-lhes alguma solicitação.

5Permitir erros

Se o seu filho cometer um erro, dedique um tempo para conversar sobre o assunto. O que eles aprenderam com aquele erro? Como eles poderiam evitá-lo? Permita-lhes manter as coisas em perspectiva e eles crescerão em confiança.

6Garantir segurança

O lar de um adolescente deve ser seu refúgio seguro e um lugar de calma. Isso é especialmente verdadeiro para aqueles que vivem em grandes cidades, onde pode haver uma atmosfera de estresse e violência.

Mais do que tudo, saber que se é amado leva ao sentimento de segurança. Saber que eles podem cometer seus erros, que podem compartilhar seus sucessos e que sempre haverá alguém para apoiá-los e amá-los incondicionalmente, tudo isso vai trazer mais segurança aos adolescentes.

7Dar o exemplo de fé

Com comentários depreciativos – verbais ou on-line – voltados para aqueles que seguem uma religião, às vezes é difícil se levantar e professar sua fé. Mas as crianças podem aprender com as pessoas que elas conhecem e amam.

Quer sejam membros da família, da comunidade, pessoas admiráveis na esfera pública ou os milhares de homens e mulheres santos da Igreja, há muitas grandes pessoas que mostrarão a seus filhos como levar uma vida de fé e virtude.

Este artigo é exclusivo para os membros Aleteia Premium

Já é membro(a)? Por favor,

Grátis! - Sem compromisso
Você pode cancelar a qualquer momento

1.

Acesso ilimitado ao conteúdo Premium de Aleteia

2.

Acesso exclusivo à nossa rede de centenas de mosteiros que irão rezar por suas intenções

3.

Acesso exclusivo ao boletim Direto do Vaticano

4.

Acesso exclusivo à nossa Resenha de Imprensa internacional

5.

Acesso exclusivo à nova área de comentários

6.

Anúncios limitados

Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Tags:
EducaçãoFamíliaFilhosJovenspais
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia