Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quarta-feira 17 Abril |
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Combatente brasileiro morre na guerra da Ucrânia

Combatente brasileiro morto na Ucrânia

@andrekirvaitis

Brasileiro era voluntário na Legião Internacional de Defesa Territorial da Ucrânia

Ricardo Sanches - publicado em 10/06/22

"Ele foi para a Ucrânia ajudar as pessoas", disse a irmã do combatente voluntário

O Ministério das Relações Exteriores do Brasil confirmou a morte de um combatente brasileiro na guerra da Ucrânia.

André Luís Hack Bahi tinha 43 anos, combatia entre os aliados ucranianos e foi baleado por tropas russas no último domingo, 5 de junho, em Sieverodonetsk, leste da Ucrânia.

Ele integrava voluntariamente a Legião Internacional de Defesa Territorial da Ucrânia.

No Instagram, um amigo de André e também combatente voluntário escreveu sobre a morte do colega: “Você está na verdadeira vida agora, a terra é só uma breve passagem perto da eternidade, você cumpriu sua missão com honra.”

View this post on Instagram

A post shared by André Kirvaitis (@andrekirvaitis)

Morrer salvando vidas

André nasceu em Porto Alegre (RS), formou-se em enfermagem no Ceará, serviu o Exército Brasileiro e deixou o Brasil para morar em Portugal. Foi de lá que ele se alistou como combatente voluntário para defender a Ucrânia.

O corpo do combatente brasileiro deve ser levado para o Ceará, onde moram a esposa e a filha mais nova.

Letícia Hack, irmã do combatente brasileiro, contou ao portal Uol que André sempre quis lutar para salvar vidas: “O meu irmão dizia que, se morresse salvando vidas, era para a gente se conformar. Ele foi para a Ucrânia ajudar as pessoas.”

Tags:
BrasilGuerraMorteUcrânia
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia