Aleteia logoAleteia logoAleteia
Terça-feira 23 Abril |
Aleteia logo
Espiritualidade
separateurCreated with Sketch.

Viver e enfrentar as dificuldades sentindo-se forte apenas no amor de Cristo

świetlisty krzyż wschodzi na niebie pokrytym chmurami

manaemedia | Shutterstock

Pe. Luigi Epicoco - publicado em 12/06/22

Um cristão vive e enfrenta as coisas sentindo-se forte apenas no amor de Cristo. E, nos momentos mais difíceis, enfrenta tudo por amor a Cristo

“Simão, filho de João, amas-me mais do que estes?” (Jo 21, 15)

São os apaixonados que por vezes entram na paranóia do “tu me amas?”, mas na passagem do Evangelho (íntegra abaixo), Jesus está a ajudar uma pessoa a quem ama verdadeiramente, Pedro, a compreender uma verdade que terá de recordar toda a sua vida: o amor é o motor da sua missão.

Tendo eles comido, Jesus perguntou a Simão Pedro: Simão, filho de João, amas-me mais do que estes? Respondeu ele: Sim, Senhor, tu sabes que te amo.

Apenas por amor de Cristo

É como se Jesus estivesse a dizer a Pedro: ‘A tua única motivação para fazeres o que vais fazer é apenas por amor a mim, apenas porque me amas. Não busque qualquer outra gratificação ou motivação. Viva apenas recordando que é por amor a mim”.

Esta é uma indicação preciosa não só para um homem ou mulher consagrados, mas é uma motivação preciosa para cada batizado: um cristão vive e enfrenta as coisas sentindo-se forte apenas no amor de Cristo.

Um cristão enfrenta tudo por amor a Cristo

E, nos momentos mais difíceis, enfrenta tudo por amor a Cristo. É por isso que só depois de Jesus ter gravado esta convicção no coração de Pedro (ele pergunta-lhe três vezes!) é que ele também lhe pode anunciar como é que vai morrer:

Em verdade, em verdade te digo: quando eras mais moço, cingias-te e andavas aonde querias. Mas, quando fores velho, estenderás as tuas mãos, e outro te cingirá e te levará para onde não queres. Por estas palavras, ele indicava o gênero de morte com que havia de glorificar a Deus. E depois de assim ter falado, acrescentou: Segue-me!

Evangelho de João, 21, 15-19

Tendo eles comido, Jesus perguntou a Simão Pedro: Simão, filho de João, amas-me mais do que estes? Respondeu ele: Sim, Senhor, tu sabes que te amo. Disse-lhe Jesus: Apascenta os meus cordeiros. Perguntou-lhe outra vez: Simão, filho de João, amas-me? Respondeu-lhe: Sim, Senhor, tu sabes que te amo. Disse-lhe Jesus: Apascenta os meus cordeiros. Perguntou-lhe pela terceira vez: Simão, filho de João, amas-me? Pedro entristeceu-se porque lhe perguntou pela terceira vez: Amas-me?, e respondeu-lhe: Senhor, sabes tudo, tu sabes que te amo. Disse-lhe Jesus: Apascenta as minhas ovelhas. Em verdade, em verdade te digo: quando eras mais moço, cingias-te e andavas aonde querias. Mas, quando fores velho, estenderás as tuas mãos, e outro te cingirá e te levará para onde não queres. Por estas palavras, ele indicava o gênero de morte com que havia de glorificar a Deus. E depois de assim ter falado, acrescentou: Segue-me!

Tags:
BíbliaJesusMeditação
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia