Aleteia logoAleteia logoAleteia
Segunda-feira 04 Julho |
São Raimundo Gayrard
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

Reino Unido impõe sanções ao Patriarca Kirill, aliado de Putin

Sanções contra o Patriarca Kirill por apoiar a guerra de Putin

paparazzza | Shutterstock

Francisco Vêneto - publicado em 17/06/22

O Papa Francisco havia alertado o patriarca para não se tornar "coroinha de Putin"

O Reino Unido anunciou sanções contra o Patriarca Kirill, aliado de Vladimir Putin. O controverso líder da Igreja Ortodoxa Russa se manifestou oficialmente favorável à guerra que o regime de Moscou está movendo há 4 meses contra a vizinha Ucrânia.

Kirill não é o único sancionado: ele está na nova lista que o governo britânico anunciou nesta quinta-feira, 16 de junho, junto com outros nomes como o de Maria Lvova-Belova, comissária russa para os direitos da criança. Ela é acusada de permitir a retirada violenta de 2.000 menores vulneráveis ​​das regiões de Luhansk e Donetsk, bem como de articular a nova política russa de facilitação de adoções forçadas. Também estão na mira da nova rodada britânica de sanções o deputado moscovita Sergey Savostyanov e o presidente do conselho da empresa de transportes Volga-Dnepr, Alexey Isaykin.

O patriarca de Moscou foi sancionado especificamente “por seu notório apoio à agressão militar russa na Ucrânia”. Segundo Liz Truss, secretária britânica de Relações Exteriores, o líder ortodoxo russo “abusou repetidamente da sua posição para justificar a guerra”. Em comunicado, a secretária declarou:

“Temos hoje como alvo os facilitadores e perpetradores da guerra de Putin que causaram sofrimento incalculável à Ucrânia, incluindo a transferência e adoção forçada de crianças. Não nos cansaremos de defender a liberdade e a democracia, nem de pressionar Putin até que a Ucrânia tenha sucesso”.

A Comissão Europeia já tinha imposto sanções a Kirill em maio, deplorando particularmente uma série de sermões do patriarca em favor da guerra e das bênçãos que ele deu aos soldados russos que lutam na Ucrânia.

O Papa Francisco reprova a postura de Kirill

No mesmo mês de maio, o Papa Francisco havia alertado publicamente o patriarca para não se transformar em “coroinha de Putin”. O patriarcado de Moscou não gostou da crítica; confira a repercussão:

Apesar do atrito, permanece possível um encontro do Papa Francisco e do patriarca de Moscou em setembro:

Tags:
GuerraPapa FranciscoReligiãoRússiaUcrânia
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia