Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sexta-feira 09 Dezembro |
São Cipriano de Genouillac
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Sobre os boatos de renúncia: Papa Francisco é um pastor, não um jogador de futebol

Este artigo é exclusivo para os membros de Aleteia Premium
POPE FRANCIS DURING MEETING WITH THE CHILDREN'S COURTYARD

Antoine Mekary | ALETEIA

Ary Waldir Ramos Díaz - Reportagem local - publicado em 22/06/22

O Papa disse a um grupo de bispos brasileiros que continuará no Trono de Pedro "enquanto Deus permitir"

Nos últimos dias, surgiram inúmeros boatos na imprensa católica e secular acerca de uma possível renúncia/aposentadoria do Papa Francisco. As “notícias” dizem que Francisco logo se juntaria a Bento XVI como Papa Emérito por causa das suas fortes dores no joelho (entre outras especulações).

Mas o próprio Papa não deu nenhum indicativo de que estaria prestes a se aposentar. Pelo contrário: o Pontífice afirmou aos bispos brasileiros que o visitaram em Roma no dia 20 de junho que planeja continuar em seu cargo até quando Deus permitir.

De fato, “a dor no joelho não tira seu bom humor”, disse o arcebispo de Porto Velho, Dom Roque Paloschi, ao Vatican News.

O Arcebispo Paloschi garantiu que o Pontífice latino-americano não está planejando abandonar o Trono de Pedro, como afirmam alguns meios de comunicação:

“[Francisco] manifestou que tem muitos desafios, mas que não passa pela cabeça isso que está saindo na imprensa [de renunciar]: ‘eu quero viver a minha missão até que Deus me permitir’, disse o Papa aos bispos.

Fake news

Por sua vez, o embaixador colombiano junto à Santa Sé, Jorge Mario Eastman, também publicou uma mensagem nas redes sociais na qual nega as falsas notícias sobre a renúncia do Papa.

A mensagem menciona “notícias falsas” promovidas nos Estados Unidos, possivelmente uma referência a um post da jornalista e comentarista americana Megyn Kelly. Ela relatou a presença de muitos cardeais no Vaticano e considerou isso como algo “altamente incomum”.

O embaixador colombiano tuitou que o Santo Padre tem o desconforto das dores em seu joelho, entretanto “ele não é um jogador de futebol, mas um pastor”.

Em qualquer caso, se houve um número de cardeais maior do que o habitual no Vaticano, isso pode ser devido ao Encontro Mundial das Famílias.

Governar com a cabeça, não com as pernas

Em maio, dirigindo-se a bispos italianos, o Papa informou-lhes que “para governar, diz-se que se deve ter a cabeça, não as pernas”. Esta observação foi retomada pelo Cardeal Kevin Farrell, prefeito do Dicastério para os Leigos, Família e Vida.

Amigo íntimo do Papa, o Cardeal disse em uma entrevista ao diário argentino La Nacion que não sentia um “clima de fim de pontificado”.

O Cardeal Farrell é o Camerlengo da Câmara Apostólica, aquele que administraria a Santa Sé no caso de uma sé vacante.

“Creio que todos [estes rumores] são muito exagerados; não há fatos concretos”, afirmou Farrell, reiterando a reunião com bispos italianos no dia 23 de maio, na qual o Papa estava lúcido e com boa saúde. “Para governar a Igreja você precisa da cabeça, não das pernas”, disse ele, retomando a observação do Papa, respondendo às primeiras fotos e vídeos do Pontífice em sua cadeira de rodas.

Este artigo é exclusivo para os membros Aleteia Premium

Já é membro(a)? Por favor,

Grátis! - Sem compromisso
Você pode cancelar a qualquer momento

1.

Acesso ilimitado ao conteúdo Premium de Aleteia

2.

Acesso exclusivo à nossa rede de centenas de mosteiros que irão rezar por suas intenções

3.

Acesso exclusivo ao boletim Direto do Vaticano

4.

Acesso exclusivo à nossa Resenha de Imprensa internacional

5.

Acesso exclusivo à nova área de comentários

6.

Anúncios limitados

Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Tags:
PapaPapa FranciscoVaticano
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia