Aleteia logoAleteia logoAleteia
Segunda-feira 08 Agosto |
São Domingos de Gusmão
Aleteia logo
Espiritualidade
separateurCreated with Sketch.

Como pensar na cruz e não querer fugir dela

WEB3-YOUNG-MAN-HOLDING-LOOKING-CROSS-CRUCIFIX-shutterstock_460903369-Shutterstock

Shutterstock

Pe. Luigi Epicoco - publicado em 11/07/22

Passar a vida inteira tentando escapar da cruz significa tentar fugir da própria vida

O Evangelho de Mateus diz:

“O discípulo não é mais que o mestre, o servidor não é mais que o patrão. Basta ao discípulo ser tratado como seu mestre, e ao servidor como seu patrão. Se chamaram de Beelzebul ao pai de família, quanto mais o farão às pessoas de sua casa! Não os temais, pois; porque nada há de escondido que não venha à luz, nada de secreto que não se venha a saber. O que vos digo na escuridão, dizei-o às claras. O que vos é dito ao ouvido, publicai-o de cima dos telhados. Não temais aqueles que matam o corpo, mas não podem matar a alma; temei antes aquele que pode precipitar a alma e o corpo na geena. Não se vendem dois passarinhos por um asse? No entanto, nenhum cai por terra sem a vontade de vosso Pai. Até os cabelos de vossa cabeça estão todos contados. Não temais, pois! Bem mais que os pássaros valeis vós. Portanto, quem der testemunho de mim diante dos homens, também eu darei testemunho dele diante de meu Pai que está nos céus. Aquele, porém, que me negar diante dos homens, também eu o negarei diante de meu Pai que está nos céus.”

Mt 10, 24-33

O que acontecerá conosco no final? Espero que terminemos como Cristo. Esta, definitivamente, não é uma má notícia. Pelo contrário, é um spoiler excepcional que pode nos ajudar a pensar em nossa vida de um ponto de vista radicalmente diferente. 

Terminar como Cristo não significa ser pregado numa cruz. Significa lembrar que “o fim de Cristo” não é a Cruz, mas a Ressurreição.

Passar a vida inteira tentando escapar da cruz significa tentar fugir da própria vida. A cruz não é apenas madeira e pregos. A cruz é a própria realidade, a realidade da minha própria vida, que me prende ao aqui e agora e me impede de fugir. 

Nossas estratégias de fuga são muitas, e insistimos em usá-las porque não conseguimos levar o aqui e agora a sério. Somos como crianças na escola, olhando pela janela, imaginando como seria bom correr alegremente atrás de uma borboleta. 

O que há de errado com isso? Aparentemente, nada. Mas devemos perceber que crescemos não quando paramos de fantasiar, mas quando entendemos que os sonhos precisam de concretude; eles precisam ser fundamentados na realidade. Crescemos quando entendemos que as coisas básicas que aprendemos na escola acabarão nos tornando capazes não apenas de correr atrás de uma borboleta, mas de transformar nossa vida em uma obra-prima. 

Aceitar a cruz

Aceitar a cruz significa acordar para o fato de que, se ao invés de rejeitar a realidade aceitarmos as coisas como elas são e vivermos através delas como Cristo nos ensinou, então essas “cruzes” não serão nosso destino final, mas nossa Páscoa.

O medo se torna nosso destino quando não o enfrentamos. Enfrentar nosso medo significa transformá-lo em algo pelo qual “passamos”, em vez de algo que seja noss “fim”, nosso “destino”. 

As coisas das quais fugimos continuam nos perseguindo. Tudo que enfrentamos, passa. Nesse sentido, devemos nos esforçar e esperar que terminemos como Cristo: passando para a Páscoa.

Tags:
CruzdificuldadesPáscoa
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia