Aleteia logoAleteia logoAleteia
Domingo 14 Agosto |
São Maximiliano Maria Kolbe
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

Direto do Vaticano: 3 mulheres a participar na seleção de futuros bispos

Este artigo é exclusivo para os membros de Aleteia Premium
DURING POPE FRANCIS mass for the 10th World Meeting of Families

Antoine Mekary | ALETEIA

I.Media para Aleteia - publicado em 14/07/22

Indispensável: seu Boletim Direto do Vaticano de 14 de julho de 2022

  • O Papa nomeia três mulheres para o dicastério dos bispos
  • Papa pede ajuda às nações mais pobres para uma virada ecológica

O Papa nomeia três mulheres para o dicastério dos bispos

Por Camille Dalmas – O Papa Francisco nomeou catorze novos membros para o dicastério para bispos, incluindo, pela primeira vez, três mulheres, o Gabinete de Imprensa da Santa Sé anunciou na quarta-feira 13 de Julho. São a religiosa francesa Yvonne Reungoat, antiga Superiora Geral das Filhas de Maria Auxiliadora, a religiosa italiana Raffaella Petrini, Secretária-Geral do Governo do Estado da Cidade do Vaticano e Maria Lia Zervino. Esta argentina, presidente da União Mundial de Organizações de Mulheres Católicas, torna-se ao mesmo tempo o primeiro membro leigo do dicastério.

Numa entrevista à agência noticiosa Reuters a 2 de Julho, Francisco tinha anunciado a nomeação de duas mulheres para o dicastério dos bispos. No final, ele nomeou três, incluindo uma leiga. Até agora, os membros deste dicastério foram sempre homens, principalmente cardeais, assim como alguns bispos – por exemplo, o Arcebispo emérito de Paris Michel Aupetit.

O trabalho dos 24 membros deste dicastério inclui a avaliação do perfil dos padres ou bispos de uma diocese cuja sede está vaga. Contam fortemente com o trabalho dos núncios apostólicos dos países em causa, cuja principal tarefa é submeter três nomes para cada diocese a Roma, que formarão a “terna” proposta ao Papa.

Feminização da Cúria

No ano passado, o Papa Francisco fez importantes nomeações femininas, tais como a da Irmã Alessandra Smerilli como número dois no dicastério para o Serviço do Desenvolvimento Humano Integral, a da Irmã Nathalie Becquart como subsecretária do Sínodo dos Bispos, e a da Irmã Raffaella Petrini.

Outras nomeações já tinham mostrado a mudança de direção iniciada pelo Papa, como a de Barbara Jatta, em 2016, que se tornou a primeira mulher a dirigir os Museus do Vaticano na história. O chefe da Igreja Católica tinha também elevado várias mulheres ao cargo de subsecretária – Gabriella Gambino e Linda Ghisoni ao dicastério para os Leigos, Família e Vida, a Irmã Carmen Ros Nortes à congregação para os Institutos de Vida Consagrada, e Francesca Di Giovanni à secção para as Relações com os Estados da Secretaria de Estado.

Bispo Aveline nomeado membro do dicastério

Outras nomeações notáveis incluem quatro bispos que serão criados cardeais no consistório anunciado a 27 de Agosto, incluindo Jean Marc Aveline, arcebispo de Marselha. Os outros são o Bispo de Como (Itália) Oscar Cantoni, o Prefeito sul-coreano do Dicastério para o Clero, Lazarus Mgr You Heung-sik, e o Prefeito britânico do Dicastério para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos, Arthur Roche.

Quatro outros cardeais tornam-se membros do dicastério para bispos: o Bispo Anders Arborelius de Estocolmo (Suécia), o Arcebispo José Advincula de Manila (Filipinas), o Arquivista e Bibliotecário da Santa Igreja Romana José Tolentino de Mendonça (Portugal), e o Secretário Geral do Sínodo dos Bispos Mario Grech (Malta).

Finalmente, o Papa nomeou como membros o Arcebispo Drazen Kutlesa de Split-Makarska (Croácia) e o Arcebispo Paul Desmond Tighe (Irlanda), Secretário do Pontifício Conselho para a Cultura – um órgão que, de acordo com a nova Constituição Apostólica Finalmente, o abade beneditino Donato Ogliari, abade da abadia de São Paulo Fora dos Muros e administrador apostólico, com a patente de bispo, da abadia territorial do Monte Cassin.


Papa pede ajuda às nações mais pobres para uma virada ecológica

Por Anna Kurian – O Papa Francisco apela às nações mais desenvolvidas a reduzir as suas emissões de carbono e a ajudar as regiões mais desfavorecidas a converterem-se ao desenvolvimento sustentável, numa mensagem publicada na terça-feira 13 de Julho por ocasião de uma Conferência sobre Alterações Climáticas promovida pela Pontifícia Academia das Ciências.

Neste texto, o chefe da Igreja Católica apela a “esforços corajosos, cooperativos e clarividentes dos líderes religiosos, políticos, sociais e culturais a nível local, nacional e internacional”, a fim de encontrar “soluções concretas para os problemas graves e crescentes que enfrentamos”. Manifesta particular preocupação pela “perda da biodiversidade” e pelas muitas guerras no mundo, que estão a ter “consequências prejudiciais para a sobrevivência e bem-estar humano, incluindo problemas de segurança alimentar e aumento da poluição”.

O 266º Papa exorta as nações mais privilegiadas a “fornecer assistência financeira e tecnológica” às regiões menos prósperas do mundo, para as ajudar também a reduzir as suas emissões de carbono. Apela ao acesso à “energia limpa” e à água limpa, à promoção da agricultura sustentável, e à prestação de educação e cuidados de saúde aos mais pobres.

Cuidar do lar comum, escreve o pontífice, é “uma obrigação moral para todos os homens e mulheres”. E ele convida-nos a perguntar-nos: “Que tipo de mundo queremos para nós e para aqueles que virão depois de nós?

O tema do congresso, realizado no Vaticano a 13 e 14 de Julho, é “Resiliência das populações e dos ecossistemas ao estresse climático”. Entre os cerca de 30 oradores encontram-se peritos do Quénia, Sudão, África do Sul, Senegal, Brasil e da Academia Chinesa de Ciências (Pequim).

Este artigo é exclusivo para os membros Aleteia Premium

Já é membro(a)? Por favor,

Grátis! - Sem compromisso
Você pode cancelar a qualquer momento

1.

Acesso ilimitado ao conteúdo Premium de Aleteia

2.

Acesso exclusivo à nossa rede de centenas de mosteiros que irão rezar por suas intenções

3.

Acesso exclusivo ao boletim Direto do Vaticano

4.

Acesso exclusivo à nossa Resenha de Imprensa internacional

5.

Acesso exclusivo à nova área de comentários

6.

Anúncios limitados

Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Tags:
BisposDireto do VaticanoPapa Francisco
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia