Aleteia logoAleteia logoAleteia
Domingo 14 Agosto |
São Maximiliano Maria Kolbe
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

Como a Igreja escolhe os bispos?

Este artigo é exclusivo para os membros de Aleteia Premium
bispos

fot. Biuro Prasowe KEP

Ricardo Sanches - publicado em 21/07/22

A escolha de um bispo pode impactar a jornada de uma determinada diocese ou arquidiocese por décadas

Recentemente, houve mudanças na composição dos membros do Dicastério para os Bispos, um organismo da Cúria Romana que, entre outras particularidades, tem a função de auxiliar o Papa na escolha dos bispos para as dioceses de todo o mundo.

Mas você já se perguntou é feita essa escolha? Trata-se de um processo complexo e minucioso, já que a nomeação dos novos pastores pode impactar uma diocese ou arquidiocese por décadas.

De fato, esse processo começa quando existe uma vaga aberta na diocese, o que pode acontecer em decorrência de casos de doença do bispo, transferência para outra diocese, aposentadoria (a partir dos 75 anos) ou em caso de morte.

Quando informados da vaga, os núncios apostólicos, que são os representantes do Papa nos países, iniciam o trabalho de pesquisa dos possíveis novos bispos. Com base em uma lista de nomes indicados por bispos e padres de outras dioceses próximas, o núncio analisa perfis e entrevista clérigos e leigos para checar informações. Tudo é feito de forma sigilosa. Depois desta seleção, envia a Roma um relatório com os nomes dos sacerdotes que poderiam servir como bispos diocesanos.

O Dicastério para os Bispos

Atualmente sob o comando do cardeal canadense Marc Ouellet, o Dicastério para os Bispos é responsável por fazer a análise do dossiê de autoria do núncio apostólico.

Atualmente, 25 bispos e cardeais de várias partes do mundo formam o Dicastério, além de duas religiosas e uma leiga recentemente nomeadas pelo Papa Francisco. Os membros se reúnem a cada duas semanas e estudam 12 perfis em cada sessão. São consideradas as qualidades e limitações dos indicados – fé, capacidade de acompanhamento, liderança, espiritualidade, qualidades humanas, além das particularidades da diocese onde há a vaga e se o perfil do sacerdote se enquadra nestas características.

Concluída a reflexão, o prefeito do Dicastério apresenta ao Papa a “terna”, ou seja, uma lista com três nomes que passaram pelo crivo da congregação. Nesta lista, os indicados aparecem em ordem de preferência da congregação (1.º, 2,º e 3.º lugares) e cada um com suas justificativas.

A escolha do Papa

De posse da “terna”, o Papa pode fazer uma de quatro coisas: concordar com o nome recomendado pelo dicastério, escolher outro candidato da lista, pedir que uma nova terna seja apresentada ou, o que é mais improvável, escolher seu próprio candidato.

A decisão do Papa é informada ao Dicastério e ao núncio, que tem a missão de informar o possível futuro bispo nomeado. Vale lembrar que o nomeado pode recusar o cargo episcopal, mas isso é raro.

Quando a resposta é afirmativa, o núncio combina com a Santa Sé a data para fazer o anúncio da nomeação. Geralmente, há um período de duas a quatro semanas antes do anúncio público. Durante este tempo, o eleito não pode revelar sua nomeação.

Este artigo é exclusivo para os membros Aleteia Premium

Já é membro(a)? Por favor,

Grátis! - Sem compromisso
Você pode cancelar a qualquer momento

1.

Acesso ilimitado ao conteúdo Premium de Aleteia

2.

Acesso exclusivo à nossa rede de centenas de mosteiros que irão rezar por suas intenções

3.

Acesso exclusivo ao boletim Direto do Vaticano

4.

Acesso exclusivo à nossa Resenha de Imprensa internacional

5.

Acesso exclusivo à nova área de comentários

6.

Anúncios limitados

Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Tags:
BisposDoutrinaIgrejasacerdotes
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia