Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quarta-feira 24 Abril |
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

Brasil: pesquisa diz que jovens sem religião são 25% do total, chegando a 34% no RJ

Jovens católicos no Brasil

Stéphane PERES-cc

Jornada Mundial da Juventude no Rio de Janeiro em 2013

Francisco Vêneto - publicado em 22/07/22

Sacerdote considera que, entre os fatores de distanciamento, estão a má comunicação entre a Igreja e a juventude

Uma pesquisa realizada pelo instituto Datafolha sustenta que, no Brasil, os jovens que se declaram sem religião chegam hoje a 25% do total, mas o número sobe para 30% em São Paulo e 34% no Rio de Janeiro.

Considerando-se a população brasileira como um todo, os habitantes que dizem não ter religião somam 14%, sempre segundo a pesquisa Datafolha.

O aumento consistente dos autodeclarados “sem religião” é observado há pelo menos 60 anos no país. De fato, o Censo de 1960 mapeou que os brasileiros que não se consideravam associados a religião alguma eram 0,5% da população na época, atingindo 4,8% em 1991 e 8% em 2010. O novo censo geral no Brasil será feito neste ano, já que a pandemia de covid-19 obrigou ao seu adiamento em 2020.

Para o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), enquandram-se na categoria “sem religião”:

  • os agnósticos, que afirmam que não é possível afirmar nem negar a existência de Deus;
  • os ateus, que declaram ter fé na inexistência de Deus;
  • e os propriamente sem religião, que dizem ter alguma crença espiritual, mas sem vínculo com nenhuma religião em particular.

O termo “pesquisa” costuma gerar instantâneas controvérsias no Brasil, sobretudo em períodos eleitorais, devido ao histórico de discrepâncias e, por assim dizer, “imprecisões” apresentadas por esse tipo de levantamento. Ainda assim, os dados apontados pelo Datafolha alegam traçar um quadro abrangente da atual realidade católica no país.

O cenário da recente pesquisa foi comentado pelo pe. Antônio Ramos, assessor da Comissão de Juventude da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), no programa “Giro A12: Juventude e Religião“, da TV Aparecida. Falando sobre o desinteresse dos jovens pela prática religiosa, o sacerdote considerou que, entre os fatores de distanciamento, estão a má comunicação entre a Igreja e a juventude e as deficiências na catequese e na condução dos grupos de jovens.

Tags:
AteismoJovensReligião
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia