Aleteia logoAleteia logoAleteia
Terça-feira 27 Fevereiro |
Aleteia logo
Curiosidades
separateurCreated with Sketch.

A sacristia é um lugar sagrado?

Este artigo é exclusivo para os membros de Aleteia Premium
SACRISTIE-GODONG-FR338104A.jpg

Fred de Noyelle / GODONG

Sophie Roubertie - publicado em 29/07/22

A sacristia não é apenas um lugar onde são guardados os vasos sagrados e as vestes litúrgicas

A sacristia é uma sala anexa à igreja, com a qual se comunica. Seu caráter é sagrado pelo uso que se faz dela.

O próprio nome é sinal de que esta sala não é apenas um depósito, mas um local de oração, já que sacristia vem do latim sacer, que significa “sagrado”.

A sacristia pode ser um edifício separado do edifício principal, como se estivesse ligado à igreja ou fundida a ela, substituindo uma capela lateral.

É um lugar geralmente usado para conservar todos os vasos sagrados, como cálices, objetos litúrgicos, castiçais ou incensários.

Serve também para guardartudo o que é essencial na liturgia.Os armários contêm, portanto, as hóstias, o incenso, as velas. As vestimentas litúrgicas também encontram seu lugar ali.

Sacristias com história

A história e a necessidade de cada igreja determinam o que sacristia irá guardar. 

Algumas até abrigam um “tesouro”, assim chamado quando as peças têm uma importância artística especial, como o tesouro de Notre-Dame, que ficava guardado na sacristia.

Outras são muito simples, o suficiente para armazenar o mínimo necessário.

O fato é que o cuidado dos objetos litúrgicos e a preparação do altar geralmente são confiados aos sacristãos, que podem ser leigos ou religiosos, dependendo do local.

Um espaço de preparação

Para os sacerdotes, a sacristia é também um local de preparação. É ali que eles colocam as vestes litúrgicas correspondentes à celebração prevista. Este também é o caso dos servidores do altar.

Mas, longe de ser apenas um guarda-roupa, a sacristia é também um lugar de meditação. O padre aproveita o tempo em que está sozinho para se preparar, em oração, para a celebração.

Algumas sacristias têm uma pia com tampa que permite que as águas de purificação ou elementos sagrados sejam evacuados diretamente para o solo sem misturá-los com as águas residuais. 

Silêncio e respeito

Para preservar caráter meditativo do local, recomenda-se respeitar as orações dos que se preparam e falar baixinho.

Um crucifixo é sempre colocado em um local claramente visível para lembrar a sacralidade desta sala.

Algumas igrejas antigas não têm sacristia do mesmo período em que foram construídas. Na Idade Média, as igrejas tinham grandes anexos, e parte deles podiam ser usados ​​para serviço litúrgico. Muitos desses anexos foram destruídos e, posteriormente, teve de ser construída a sacristia.

Este artigo é exclusivo para os membros Aleteia Premium

Já é membro(a)? Por favor,

Grátis! - Sem compromisso
Você pode cancelar a qualquer momento

1.

Acesso ilimitado ao conteúdo Premium de Aleteia

2.

Acesso exclusivo à nossa rede de centenas de mosteiros que irão rezar por suas intenções

3.

Acesso exclusivo ao boletim Direto do Vaticano

4.

Acesso exclusivo à nossa Resenha de Imprensa internacional

5.

Acesso exclusivo à nova área de comentários

6.

Anúncios limitados

Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia