Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sexta-feira 23 Fevereiro |
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

Papa Francisco alerta: “a cobiça é uma doença”

Papa Francisco alerta contra a ganância e a cobiça

Antoine Mekary | ALETEIA

Francisco Vêneto - publicado em 01/08/22

"Quem tem muito nunca está contente: quer sempre mais e só para si"

A cobiça é uma doença, alertou o Papa Francisco neste domingo, durante a sua alocução do Ângelus. Ele propôs uma reflexão sobre o afã de conquistar riquezas materiais e sobre os perigos espirituais da ganância.

Francisco refletiu sobre o Evangelho do dia. Nesta passagem, Jesus conversa com um homem que quer receber parte da herança do irmão. “Guardai-vos de toda ganância”, diz o Mestre, enfatizando que “a vida não consiste em bens materiais” (cf. Lucas 12, 15).

“O que é cobiça? É a ganância desenfreada de posses, sempre desejando ser rico. Esta é uma doença que destrói as pessoas, porque a fome de posses cria um vício. Quem tem muito nunca está contente: quer sempre mais e só para si. Mas, assim, a pessoa não é mais livre: está apegada, escrava daquilo que, paradoxalmente, se destinava a servi-la para que ela vivesse livre e serenamente. Em vez de ser servida pelo dinheiro, a pessoa se torna escrava do dinheiro”.

O Papa afirmou que a cobiça é também “perigosa para a sociedade”. Ele citou como exemplos, especificamente, o escandaloso comércio de armas que alimenta as guerras.

Chamando os fiéis a analisarem a própria consciência, Francisco acrescentou:

“Onde está o meu desapego das posses, da riqueza? Reclamo do que me falta ou sei me contentar com o que tenho? Em nome do dinheiro ou da oportunidade, sou tentado a sacrificar relacionamentos e tempo com os outros? Acontece de eu sacrificar a legalidade e a honestidade no altar da cobiça?”.

Ele então recordou que a maior “riqueza” é Deus mesmo:

“É belo tornar-se rico, mas rico segundo Deus! Deus é o mais rico de todos. Ele é rico em compaixão, em misericórdia. Suas riquezas não empobrecem ninguém, não criam brigas nem divisões. É uma riqueza que sabe dar, distribuir, compartilhar. Irmãos e irmãs, não basta acumular bens materiais para viver bem, pois Jesus diz também que a vida não consiste no que se possui. Depende, em vez disso, de bons relacionamentos – com Deus, com os outros e até com aqueles que têm menos.

Como quero ficar rico? Quero ficar rico segundo Deus ou segundo a minha cobiça? E, voltando ao tema da herança, que legado eu quero deixar? Dinheiro no banco, coisas materiais ou pessoas felizes ao meu redor, boas obras que não são esquecidas, pessoas que ajudei a crescer e amadurecer?”.

O Papa encerrou pedindo que Nossa Senhora “nos ajude a entender quais são os verdadeiros bens da vida, aqueles que duram para sempre”.

Tags:
DinheiroPapa FranciscoVíciosVirtudes
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia