Aleteia logoAleteia logoAleteia
Terça-feira 16 Agosto |
Bem-aventurado Gabriel Maria de Benifayó
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Resenha de Imprensa: Ler a Bíblia como um texto científico é heresia?

FEMME LISANT LA BIBLE

Fred de Noyelle / Godong

I.Media para Aleteia - publicado em 02/08/22 - atualizado em 02/08/22

O seu resumo das principais notícias do dia: uma seleção de artigos escritos pela imprensa internacional sobre a Igreja e as principais questões que preocupam os católicos em todo o mundo. As opiniões e pontos de vista expressos nestes artigos não são dos editores da Aleteia

Terça-feira, 2 de Agosto de 2022

1 – A leitura da Bíblia como um texto científico é uma heresia?
2 – No Cazaquistão, um bispo espera que a viagem do Papa traga paz
3 – Missa num colchão inflável na praia choca os italianos


1 – A leitura da Bíblia como um texto científico é uma heresia?

Guy Consolmagno não é apenas mais um padre. Este jesuíta, diretor do Observatório do Vaticano, é um cientista renomado e é na sua qualidade de astrofísico que foi entrevistado pela revista espanhola Alfa y Omega. A entrevista centra-se na grande notícia do momento, a publicação das primeiras imagens do universo enviadas pelo telescópio da NASA – com o qual ele colabora – ‘James Webb’. Ele fala da emoção que sentiu quando os viu pela primeira vez, evocando a sua “beleza”. O sucesso da missão do telescópio Webb é “quase um milagre”, diz ele. Ele explica que não separa “os olhos da ciência e os da fé” no seu trabalho porque para ele os dois pontos de vista se apoiam um no outro. Assim, adverte contra o medo desnecessário das revelações da ciência, particularmente face às imagens de 13 bilhões de anos atrás que o telescópio Webb deverá publicar no próximo Verão. “Qualquer cristão que tenha medo do que a ciência revela sobre o universo simplesmente não tem fé na sua fé”, diz, criticando a “heresia moderna” que considera que a Bíblia pode ser lida como um texto científico. Pelo contrário, o padre assegura-nos, citando os nomes de Ampère, Mendel ou Secchi, que há muitos crentes que ajudaram e ainda ajudam a compreender melhor o universo.

Alfa y Omega, espanhol


2 – No Cazaquistão, um bispo espera que a viagem do Papa traga paz

“Esperamos o Papa com todo o nosso coração e com a esperança de que ele possa trazer a nós e ao mundo uma contribuição de paz e solidariedade”, disse o bispo italiano de Karaganda, Cazaquistão, Adelio Dell’Oro, numa entrevista com a agência noticiosa católica SIR pouco depois do anúncio da visita do Papa Francisco ao país da Ásia Central, de 13 a 15 de Setembro. O Papa visitará a capital, Nursultan, para participar no 7º Congresso de Líderes de Religiões Mundiais e Tradicionais. O bispo vê a viagem como uma “grande oportunidade ecuménica para o Papa Francisco” e diz que “parece que o Patriarca Kirill também virá”, o que poderia ser uma oportunidade para os dois líderes religiosos se encontrarem novamente. O bispo diz que sente que existe um desejo entre o povo cazaque de conhecer alguém como o Papa Francisco “cuja voz tem autoridade no mundo”.

SIR, italiano


3 – Missa num colchão inflável na praia choca os italianos

É um grito de revolta do vaticanista Francesco Antonio Grana: recentemente, um padre milanês celebrou uma missa na praia em Crotone, na água, usando um traje de banho e um simples colchão inflável como altar. “Não há justificativa possível para um episódio vergonhoso que ofendeu a sensibilidade tanto de crentes como de não crentes, oferecendo uma imagem deplorável da forma como uma paróquia italiana vive a liturgia”, escreveu o jornalista duramente. Tanto a diocese local como a arquidiocese de Ambrosia condenaram a iniciativa do padre Mattia, e ele imediatamente pediu desculpas. Francesco Grana vê este episódio como um sinal de deterioração da liturgia em algumas paróquias italianas. Fala mesmo de uma “onda de atos que beiram o sacrilégio”, que atribui ao “egocentrismo de certos padres” ou a um desejo desesperado de trazer os crentes de volta à igreja. Ele aponta o dedo a alguns bispos que são “por vezes distraídos, se não cúmplices, e capazes das piores profanações”. “Será que os participantes nas missas querem mesmo isto?” – questiona o vaticanista, defendendo o direito dos fiéis “a uma missa celebrada segundo as normas litúrgicas”, e não segundo “a moda” ou “o capricho do celebrante”.

Il Fatto Quotidiano, italiano

Tags:
BíbliaPapa FranciscoResenha de Imprensa
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia