Aleteia logoAleteia logoAleteia
Terça-feira 27 Setembro |
São Vicente de Paulo 
Aleteia logo
Espiritualidade
separateurCreated with Sketch.

Por que uma peregrinação é um aspecto importante da vida espiritual?

COMPOSTELA

Shutterstock | Soloviova Liudmyla

Philip Kosloski - publicado em 08/08/22

Uma peregrinação corresponde a algo profundo no nosso coração

Uma devoção espiritual presente em todas as grandes religiões é o ato de peregrinar. É um conceito antigo que parece corresponder a um anseio básico do coração humano.

A prática de embarcar numa viagem para procurar ajuda espiritual num determinado santuário data de há milhares de anos. Gregos foram para Delfos, Peruanos para Cuzco, Budistas para Kapilavastu, Muçulmanos para Meca e Judeus para Jerusalém. Onde quer que um milagre ocorresse ou uma divindade fosse localizada, as pessoas iam para lá para realizar algum tipo de atividade religiosa.

Este tipo de expressão espiritual encontrou obviamente o seu lugar no cristianismo. Desde o início, os cristãos foram atraídos para lugares onde o céu encontrou a terra, e a Terra Santa tornou-se o principal destino de peregrinações.

Inícios

No início, os cristãos visitaram não só os lugares onde Jesus tinha caminhado, mas também as cidades, tumbas e igrejas de santos e mártires. Queriam estar no local exacto onde São Pedro tinha sido executado em Roma, ou onde São Tiago tinha sido milagrosamente transportado. Isto permitiu-lhes aproximarem-se dos heróis da fé e ratificar a sua existência.

A peregrinação, contudo, é mais do que simplesmente visitar locais que comemoram acontecimentos e figuras históricas. O Papa Bento XVI explicou a dimensão espiritual da peregrinação quando visitou Santiago de Compostela:

“Ir em peregrinação não é simplesmente visitar qualquer lugar para admirar os seus tesouros da natureza, da arte ou da história. Antes de tudo, peregrinar significa ir ao encontro de Deus onde Ele se manifestou, onde a graça divina se mostrou com particular esplendor e produziu abundantes frutos de conversão e santidade entre os crentes”.

O Catecismo da Igreja Católica acrescenta outra dimensão, lembrando-nos que ir em peregrinação é um resumo da nossa vida terrena:

“As peregrinações evocam a nossa marcha na terra para o céu. São tradicionalmente tempos fortes duma oração renovada. Os santuários são, para os peregrinos à procura das suas fontes vivas, lugares excepcionais para viver «em Igreja» as formas da oração cristã.”

CIC 2691

É uma convicção fundamental dos cristãos que os seres humanos são “peregrinos” na Terra. Isto é expresso na palavra “paróquia”, utilizada para se referir a uma congregação católica local. É derivada da palavra grega paroikos, que significa “convidado”.

Esse termo aparece nos Atos dos Apóstolos quando Estêvão fala da história do povo judeu, explicando que “os seus descendentes permanecerão numa terra estrangeira” (Atos 7:6). Desta forma, um paroquiano é realmente um “convidado”, um peregrino rumo a sua pátria celestial.

Ir em peregrinação é, portanto, um aspecto importante da vida espiritual. A peregrinação pode ser tão exigente como ir à Terra Santa ou tão simples como visitar a paróquia ou santuário local.

Seja qual for o tipo de peregrinação, a ação corresponde ao desejo do nosso coração de chegar a um lugar de luz e paz. Fala a esse desejo interior que Deus colocou em cada um de nós e lembra-nos que devemos viver cada dia compreendendo que este mundo não é a nossa pátria, mas uma preparação para o nosso lar eterno no céu.

Tags:
CulturaperegrinacaoViagem
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia