Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quinta-feira 06 Outubro |
São Bruno
Aleteia logo
Estilo de vida
separateurCreated with Sketch.

Amar mais o cônjuge ou os filhos?

shutterstock_1845825394.jpg

Rido - Shutterstock

Mar Dorrio - publicado em 11/08/22

Entenda por que na escada do seu coração o amor por seu marido ou sua esposa deve estar mais alto do que o amor por seus filhos

Já há algum tempo eu verifiquei, tanto nas redes sociais como na minha vida privada, que a ordem das prioridades no amor é motivo de escândalo. Quero dizer que, na escada do coração, o amor por seu marido ou sua esposa deve estar mais alto que o amor por seus filhos. E, acredite, muitas pessoas colocam as mãos na cabeça (literalmente) quando ouvem esta declaração.

Gostaria, então, de dar a estas pessoas uma explicação calma de por que esta ordem é boa. Para isso, preciso recordar uma frase de Dom Fernando Ocáriz, prelado do Opus Dei. Ele diz o seguinte:

“Numa mala organizada cabem mais coisas…”

Da mesma forma, em um coração com sentimentos ordenados há espaço para mais amor e mais pessoas.

Ordem dos sentimentos

Se você tem consciência de que o amor da sua vida é e deve ser seu marido ou sua esposa, você vai amar seus filhos de uma forma mais saudável e profunda (é bom lembrar que o coração é um músculo capaz de se dilatar para caber todos eles). 

Essa ordem dos (e nos) sentimentos fará com que você passe a desejar o melhor para seus filhos, mesmo que o melhor para os filhos não seja o melhor para você, mesmo que doa sentir falta deles. Essa ordem irá preparar você para a solidão que a partida deles acarreta. Também fará com que você tenha consciência de que, em algum momento, terá de aprender a conviver com o buraco que os filhos deixarão em sua alma.

Assim, educaremos crianças livres, que decidirão seu futuro sem medo, crianças que terão consciência de que não fazem mal a ninguém ao fechar a porta do ninho e voar.

De fato, os filhos precisam crescer vendo que a mãe é a prioridade do pai (e vice-versa) desde o casamento. Lembre-se: “um homem deixará seu pai e sua mãe, e se unirá à sua mulher, e os dois serão uma só carne…”

Filhos, estão em segundo plano, e assim deve ser. E se seu filho não compreende isso, tome um café com ele, porque você precisa lembrá-lo disso.

Perder a pole position nos faz vencer

Se entenderem bem essa “prioridade do amor”, os pais não vão querer competir com o amor dos genros e noras pelos filhos e filhas. Eles saberão que para vencer, para que as coisas corram bem, terão que perder a pole position com os filhos, serem rebaixados para o segundo lugar. E eles também saberão muito bem que isso não significa que seus filhos os amem menos. 

Além disso, a ordem desses sentimentos servirá para nos lembrar que nossos filhos – que tanto nos machucam, mas que tanto amamos – não são nossos: só nos são confiados seus cuidados por um tempo. Mas seu marido ou sua esposa, a quem você prometeu fazer feliz pelo resto de sua vida, pertence a você. Seu cônjuge vai acompanhar você até a morte.

Amar de uma maneira mais perfeita

Essa ordem de sentimentos não significa que amamos menos nossos filhos, mas significa que vamos amá-los de uma maneira mais perfeita, mais correta, que também nos fará amar e valorizar nossos genros e noras – e sem atirar neles a culpa por nos deixar.

Essa ordem nos sentimentos melhora tudo. O Senhor quer nos ensinar desde o primeiro mandamento: “Amarás a Deus sobre todas as coisas”. Um mandamento que é difícil para todos nós entendermos. Amar a Deus mais do que seu marido ou esposa, seus filhos, seus pais e seus irmãos parece indicar que você deve relegar seus entes queridos a segundo plano. Mas não é isso.

Quando o Senhor nos manda amar a Deus sobre todas as pessoas e todas as coisas, é porque Ele sabe que esta ordem nos ajudará a amar os nossos entes queridos da maneira mais intensa e perfeita, sem desvios, sem toxicidades. Aprenderemos, portanto, a amá-los da melhor maneira possível.

Tags:
CasamentoFamíliaFilhosmaridoMulher
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia