Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sexta-feira 30 Setembro |
São Jerônimo
Aleteia logo
Estilo de vida
separateurCreated with Sketch.

Desejo sexual da mulher é maior quando o marido ajuda em casa

SEKS

NotarYES | Shutterstock

Silvia Lucchetti - publicado em 30/08/22

Dois estudos científicos mostram que o desejo sexual da mulher é influenciado pela partilha, pelo amor e pelo respeito demonstrados nesse comportamento do homem

Um estudo australiano publicado no Journal of Sex Research mostrou que a mulher tem um desejo sexual maior quando seu marido a ajuda nos afazes domésticos e no cuidado com os filhos.

De acordo com a pesquisa, a perda do desejo sexual da mulher ocorre quando o relacionamento não a deixa satisfeita e feliz. Mas isso não se deve ao tédio (clichê ligado à falta de libido feminino), mas ao cansaço acumulado por trabalhar fora e dentro de casa, gerir a família e criar os filhos.

A perda do desejo na mulher ocorre quando o relacionamento não a deixa satisfeita e feliz. Mas isso não se deve ao tédio (clichê ligado à falta de libidofeminino) mas ao  cansaço acumulado : trabalhar fora e dentro de casa, gerir a família, criar os  filhos .

Os detalhes do estudo

Ao todo, 299 mulheres australianas com idades entre 18 e 39 anos responderam a um questionário on-line sobre o comprometimento em gerenciar os trabalhos domésticos e, ao mesmo tempo, o nível de seu desejo sexual.

Os pesquisadores dividiram as participantes em três grupos. O primeiro incluiu aquelas que compartilhavam tarefas domésticas igualmente com o companheiro. O segundo continha mulheres que assumiam integralmente as tarefas do lar. Já o terceiro era formado por mulheres cujos esposos eram responsáveis pelos afazeres domésticos (o grupo não foi avaliado por ser muito pequeno).

Se o homem coopera em casa, o desejo sexual da mulher aumenta

Os resultados da pesquisa mostraram que a divisão de trabalhos no casal gera maior satisfação no relacionamento e está correlacionada com o maior nível de desejo sexual nas mulheres.

A razão subjacente

Um estudo anterior feito por cientistas da Universidade de Alberta, no Canadá, já havia chegado a conclusões idênticas.

Matt Johnson, professor de Ecologia Familiar na referida universidade, explica que esse fenômeno não se baseia no fato de as mulheres acharem o homem que as ajuda nas tarefas domésticas mais “sexy”. Para o pesquisador, o motivo está na partilha, no amor e no respeito demonstrados por este comportamento do homem.

Se o parceiro faz sua parte, o ressentimento é impedido

O estudo canadense mostra que ambos os membros do casal percebem a divisão das tarefas domésticas como uma garantia justa para eles e uma forma de evitar sentimentos de decepção e amargura, criando as condições para um encontro sexual satisfatório.

A ciência confirma o bom senso. A mulher olha com estima e amor para o homem que cuida da família, não só com o trabalho fora de casa, mas também na colaboração doméstica e no cuidado dos filhos.

A ajuda em casa é um sinal de amor: quando um homem colabora com sua esposa nas questões familiares e na carga mental, ele mostra a ela que o que eles construíram juntos é valioso e importante para ele, que o bem-estar de sua esposa vem em primeiro lugar e que ela não está sozinha.

Mais tempo e desejo de intimidade como casal

Assim, fica claro que o casal fica mais afinado, a mulher se sente amada, fica mais satisfeita e menos cansada, e a compreensão sexual é benéfica.

Uma mensagem: aprendamos a conceber a gestão da casa como um trabalho em equipe e um dever comum que, entre outras coisas, culmina no desejo de cultivar a intimidade conjugal.

Tags:
CasamentomaridoMulherSexualidade
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia