Aleteia logoAleteia logoAleteia
Domingo 25 Fevereiro |
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Resenha de Imprensa: Padre vira celebridade com podcast • 15 anos da morte de Lustiger

Este artigo é exclusivo para os membros de Aleteia Premium
LUSTIGER

Philippe Lissac / Godong / Photononstop / AFP

I. Media - publicado em 31/08/22

O seu resumo das principais notícias do dia! Uma seleção de artigos escritos pela imprensa internacional sobre a Igreja e as principais questões que preocupam os católicos em todo o mundo. As opiniões e pontos de vista expressos nestes artigos não são dos editores da Aleteia

Quarta-feira 31 de Agosto de 2022

  1. Quinze anos da morte do Cardeal Lustiger
  2. Em popular podcast, um padre alerta contra a tentação teocrática
  3. Na Ucrânia, um bispo fala de sua missão em meio ao caos

1Quinze anos da morte do Cardeal Lustiger

O dia 5 de Agosto marcou o 15º aniversário da morte do Cardeal Lustiger, que foi Arcebispo de Paris de 1981 a 2005. Grande pastor e brilhante intelectual, veio de uma família polonesa que tinha emigrado para a França. Era um grande amigo de João Paulo II e era filho de uma mãe judia que tinha morrido em Auschwitz. “Nestes tempos de uma sucessão esmagadora de escândalos, é saudável e correto recordar figuras da Igreja Católica, como Lustiger, que deixaram uma marca importante como benfeitores e grandes eclesiásticos”, escreve Religion Digital, que destaca a qualidade das homilias do cardeal francês. A cruz deste grande pregador foi, no final da sua vida, a deterioração da sua voz, o que o fez perder a sua aura de “papabile” durante o conclave de 2005. “Para um homem de palavras, sermões e meditações orais, é impressionante que a sua grave doença tenha danificado as suas pregas vocais, tornando as suas palavras inaudíveis. Um mistério de vida e um mistério de morte”, escreve o website espanhol. Mas o Cardeal Lustiger deixou uma marca profunda na vida da Igreja, tanto em Paris como em Roma. A presença da comissão para as relações com o Judaísmo no seio do Dicastério para a Unidade dos Cristãos, prevista na constituição Praedicate Evangelium promulgada pelo Papa Francisco, constitui, segundo o autor do artigo, um legado do cardeal francês.

Religion Digital, espanhol


2Em popular podcast, um padre alerta contra a tentação teocrática

O podcast “The Bible in a Year”, do padre Mike, também conhecido por padre católico Mike Schmitz, é um enorme sucesso na plataforma Apple. A sua exibição, lançada em Janeiro de 2021, foi descarregada um total de 350 milhões de vezes, ou 750.000 vezes por dia. “A sua popularidade é fácil de compreender: o programa corre sem problemas”, escreve o New York Times, notando que cada episódio, que dura 20 a 25 minutos, inclui duas ou três leituras bíblicas e uma breve meditação do Padre Mike. O padre de 47 anos, diretor do ministério da juventude na diocese de Duluth, Minnesota, tornou-se uma celebridade para sua própria surpresa. Perante o distanciamento de muitos jovens da fé católica, convida-nos a perguntar: “Estamos a deixá-los fazer as perguntas que estão a fazer? Será que nos envolvemos com os fatos das suas vidas e tentamos oferecer o que a Igreja Católica e o Cristianismo têm para oferecer?” Sublinhando “o valor intrínseco de toda a vida humana”, apelou à ajuda concreta às mães em dificuldade e aos seus filhos, em vez de lutar apenas ao nível da legislação sobre o aborto. Ao contrário de qualquer lógica da teocracia, o Padre Mike acredita que “o governo do povo pelo povo” significa que “todos têm uma palavra a dizer, desde a pessoa profundamente religiosa até o ateu convicto e todos os que estão entre eles”. Na sua pregação, ele não quer impor nada. “Em vez disso, apresento apenas princípios e, confiando nas pessoas, aplico-os o melhor que podemos”, explica.

New York Times, inglês


3Na Ucrânia, um bispo fala de sua missão em meio ao caos

O bispo Pavlo Honcharuk é o bispo da diocese latina de Kharkov, uma cidade de quase 1,7 milhão de pessoas, agora localizada a 20 km da linha da frente. Nesta entrevista a Aid to the Church in Need, o bispo descreve a situação trágica dos habitantes da sua região. Ele fala-nos da vida quotidiana das famílias separadas pela guerra. “Conheci um soldado que consegue ver a sua casa através de binóculos a partir da sua posição na linha da frente. A sua esposa e dois filhos ainda se encontram nos territórios ocupados. Todos os dias ele pode ver a sua esposa e filhos à distância, mas não tem qualquer contato com eles”, explica ele. No caos, o padre sublinha que a guerra “revelou o profundo desejo de Deus nas pessoas”. Ele cita este exemplo: “No hospital, visitei um casal que tinha vivido junto durante sessenta anos. Rezámos juntos e o marido disse que era a primeira oração da sua vida e isso encheu-o de alegria. Três dias mais tarde, soube que ele tinha morrido. A sua esposa disse-me que em todos estes anos ela nunca o tinha visto tão feliz. Fiquei muito grato. O seu marido nunca foi um crente, mas três dias antes da sua morte, encontrou Deus”.

AED, italiano

Este artigo é exclusivo para os membros Aleteia Premium

Já é membro(a)? Por favor,

Grátis! - Sem compromisso
Você pode cancelar a qualquer momento

1.

Acesso ilimitado ao conteúdo Premium de Aleteia

2.

Acesso exclusivo à nossa rede de centenas de mosteiros que irão rezar por suas intenções

3.

Acesso exclusivo ao boletim Direto do Vaticano

4.

Acesso exclusivo à nossa Resenha de Imprensa internacional

5.

Acesso exclusivo à nova área de comentários

6.

Anúncios limitados

Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Tags:
CardeaisIgrejaResenha de Imprensa
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia