Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quinta-feira 06 Outubro |
São Bruno
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Resenha de Imprensa: a diocese holandesa onde a missa não é obrigatória

Este artigo é exclusivo para os membros de Aleteia Premium
dziewczyna stoi samotna na początku kościoła

Thomas Vitali | Unsplash

I.Media para Aleteia - publicado em 02/09/22 - atualizado em 02/09/22

O seu resumo das principais notícias do dia! Uma seleção de artigos escritos pela imprensa internacional sobre a Igreja e as principais questões que preocupam os católicos em todo o mundo. As opiniões e pontos de vista expressos nestes artigos não são dos editores da Aleteia

Sexta-feira, 2 de Setembro de 2022

  1. A diocese holandesa que levanta semanalmente a obrigação de missa
  2. Edmund Wojtyla, irmão de um papa e um médico como poucos
  3. Exposição em Paris sobre “As Igrejas e o Holocausto”

1A diocese holandesa que levanta semanalmente a obrigação de missa

Já não é possível que todas as paróquias do Limburgo celebrem a Eucaristia todas as semanas. Este é o triste fato da diocese holandesa de Roermond. Numa carta dirigida às paróquias do seu território, o vigário geral René Maessen decretou que a celebração semanal da Eucaristia – que os cristãos são obrigados a fazer aos domingos – já não é obrigatória, devido à falta de celebrantes. Perante a falta de sacerdotes, a falta de voluntários para animar, e mesmo a cruel falta de fiéis, para não falar dos custos de aquecimento que se tornaram insustentáveis para o restante dos católicos, a diocese parece estar resignada. Contudo, salienta que a igreja só pode tomar esta decisão se realmente não tiver outra escolha. Como tal movimento é quase sempre irreversível, esta medida pode ser vista como um primeiro passo para o fechamento de uma igreja, salienta o órgão de comunicação social NederlandsDagblad.

NederlandsDagblad, holandês


2Edmund Wojtyla, irmão de um papa e um médico como poucos

Edmund Wojtyla (1906-1932), o irmão mais velho de Karol Wojtyla – João Paulo II era 14 anos mais novo que ele – era um médico dedicado aos seus pacientes, especialmente às crianças, pois era também um pediatra. A sua biógrafa, Milena Kindziuk, diz que o seu serviço de um ano e meio às famílias da cidade de Bielsko deixou a sua marca em toda uma geração, e que em sua memória vive hoje um homem gentil e competente. “Por um lado, o médico que tratou estas crianças fez diagnósticos precisos e, por outro, o médico que amava estas crianças tinha empatia por elas”. Trabalhando no departamento de doenças infecciosas numa altura em que não havia antibióticos, ele sabia que podia pagar com a sua vida. Em Novembro de 1932, aos 26 anos de idade, foi infectado por uma paciente de 20 anos, Rozalia Pala, que estava infectada com escarlatina. Depois de ter sido o único médico a assisti-la durante uma noite de agonia, também partiu. “Se Edmund viesse a ser beatificado, seria porque deu a sua vida pelo seu semelhante”, explica Milena Kindziuk, que assinala que “a oferta da vida” é agora reconhecida como um critério de beatificação. Profundamente ligado ao seu irmão, João Paulo II manteve o seu estetoscópio, que guardou em Roma entre os poucos pertences pessoais que trouxe com ele da Polónia. O papa polaco também teve uma irmã mais velha, Olga, que ele não conheceu porque ela morreu em 1916, poucas horas após o seu nascimento.

Deon, polonês


3Exposição em Paris sobre “As Igrejas e o Holocausto”

Oitenta anos após o episódio de detenção em massa de judeus em Vél’ d’Hiv, o Shoah Memorial de Paris oferece uma exposição sobre a resposta plural dos cristãos à deportação de judeus pelos nazistas. Uma exposição, nota Le Monde des Religions, que tem o cuidado de “não cair na armadilha de uma Igreja monolítica, preferindo destacar as iniciativas individuais de alguns dos seus membros”. O Memorial narra primeiro a resistência cristã, prestando homenagem aos religiosos católicos, protestantes e ortodoxos que salvaram os judeus dos campos de morte. Documentos de bispos, padres e do Vaticano sucedem-se como que para ilustrar “a imensa dívida [dos judeus] à Igreja da França”, mencionada no prefácio do catálogo da exposição. Por outro lado, a exposição também destaca aqueles que permaneceram em silêncio ou mesmo apoiaram o regime nazista. A exposição faz uma retrospectiva das relações judaico-cristãs desde a Idade Média, incluindo a teoria da substituição. A visita termina com a questão da memória, mas também pela reafirmação da fraternidade judaico-cristã, na sequência do Concílio Vaticano II.

Le Monde des Religions, francês

Este artigo é exclusivo para os membros Aleteia Premium

Já é membro(a)? Por favor,

Grátis! - Sem compromisso
Você pode cancelar a qualquer momento

1.

Acesso ilimitado ao conteúdo Premium de Aleteia

2.

Acesso exclusivo à nossa rede de centenas de mosteiros que irão rezar por suas intenções

3.

Acesso exclusivo ao boletim Direto do Vaticano

4.

Acesso exclusivo à nossa Resenha de Imprensa internacional

5.

Acesso exclusivo à nova área de comentários

6.

Anúncios limitados

Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Tags:
Joao Paulo IIMissaResenha de ImprensaSociedade
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia