Aleteia logoAleteia logoAleteia
Terça-feira 27 Fevereiro |
Aleteia logo
Curiosidades
separateurCreated with Sketch.

Turista pediu silêncio de sinos durante sua visita para dormir até tarde

Sinos

Elena Verba | Shutterstock

Francisco Vêneto - publicado em 02/09/22

O prefeito retrucou que é ele quem deve adaptar-se às tradições católicas do local que está visitando

Parece piada, mas nesses tempos em que a noção escasseia, é mais um patético episódio da vida real – com direito a reportagens em diversos veículos de imprensa da França, país em que o caso aconteceu.

Eis que um turista em visita à cidade de Arzon, na região francesa da Bretanha, apresentou à Câmara Municipal o inusitado pedido de que os sinos da igreja fossem “mantidos em silêncio, a partir de hoje, até as 9h ou 10h da manhã, para nos permitir desfrutar deste período de férias tranquilamente”.

Declarando-se compreensivelmente surpreso, o prefeito Roland Tabart respondeu ao turista que é ele quem deve adaptar-se às tradições e ao modo de vida do local que está visitando:

“Quem vem até Arzon deve aceitar as nossas tradições. Quanto aos sinos, a minha posição é clara: cada país tem uma conotação dominante ou religiosa; aqui temos uma identidade religiosa católica, que é também uma tradição cultural. Certamente, não vou parar os sinos”.

Ainda em reação ao pedido extraordinário de silêncio dos sinos, o prefeito reafirmou o papel tanto religioso quanto social dessa tradição na vida cotidiana local. Mencionando exemplos, ele destacou:

“Os sinos fazem parte da nossa vida. Quando há um falecimento, toca-se o sino e a aldeia sabe que perdeu um dos seus. Trata-se de um sinal de respeito pelo falecido”.

Turistas à parte, saiba mais sobre o significado espiritual dos sinos das igrejas católicas:

Tags:
CulturaIgreja
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia