Aleteia logoAleteia logoAleteia
Domingo 03 Março |
Aleteia logo
Em foco
separateurCreated with Sketch.

Brasil: o Círio de Nazaré é e sempre será da Igreja Católica!

Este artigo é exclusivo para os membros de Aleteia Premium
Círio de Nazaré

Shutterstock

Imagem de Nossa Senhora de Nazaré pelas ruas de Belém durante o Círio

Ricardo Sanches - publicado em 05/09/22

Prefeito de Belém chegou a dizer que a festa não pertencia mais à Igreja Católica; arquidiocese esclareceu

Uma das maiores manifestações católicas do Brasil e do mundo esteve no alvo de uma polêmica. O prefeito de Belém (PA), onde o Círio de Nazaré, acontece há mais de dois séculos, afirmou que a celebração “já não é mais da Igreja Católica”.

Edmilson Rodrigues deu a infundada declaração durante um encontro com o candidato à presidência da República Luiz Inácio Lula da Silva. Dirigindo-se ao candidato e sua mulher, o prefeito disse:

“Venha, venha festejar o Círio e ver a maior festa religiosa do mundo, onde evangélicos, umbandistas, candomblecistas, todos participam, porque a festa é do povo. Já não é mais da Igreja Católica”.

A declaração deixou os católicos revoltados. Através de nota oficial, a Arquidiocese de Belém lamentou a fala do prefeito.

O Círio de Nazaré sempre será da Igreja Católica

No documento, Dom Alberto Taveira Corrêa afirma que o Círio de Nazaré sempre será da Igreja Católica Apostólica Romana e reitera:

“As palavras pronunciadas pelo prefeito feriram completamente não só a comunidade católica, mas a veracidade dos fatos históricos, uma vez que em sua edição de número 230, o Círio de Nossa Senhora de Nazaré sempre foi e sempre será da Igreja Católica Apostólica Romana.”

O arcebispo também afirmou:

“Sabemos que o Círio é tido como a maior festa religiosa do mundo, uma grandiosa manifestação de fé e devoção a Nossa Senhora de Nazaré, inclusive reconhecido como Patrimônio Cultural Imaterial pelo IPHAN e declarado Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO e, como tal, tem significativa influência na cultura paraense, sem deixar de ser expressão plenamente católica.

Assim sendo, toda e qualquer pessoa se sinta bem-vinda para viver e participar desta manifestação mariana, independentemente de sua devoção. Porém, jamais será permitida pela Arquidiocese de Belém qualquer manifestação que pretenda se apossar e muito menos ultrajar nossa fé católica, independente das intenções ou pretensões de qualquer ordem.”

Pedido de desculpa

Depois da péssima repercussão da declaração, o prefeito divulgou nota com um pedido de desculpa aos católicos:

“Ao me referir à grandiosidade e importância do Círio de Nossa Senhora de Nazaré – maior manifestação católica do mundo – ressaltei que ela era uma festa de todo o nosso povo, que, portanto, contava com a participação de pessoas das mais diversas religiões (…)

Respeitosamente, peço desculpas às pessoas de boa fé que, porventura, tenham se sentido ofendidas com a interpretação maldosa de minha declaração.”

Este artigo é exclusivo para os membros Aleteia Premium

Já é membro(a)? Por favor,

Grátis! - Sem compromisso
Você pode cancelar a qualquer momento

1.

Acesso ilimitado ao conteúdo Premium de Aleteia

2.

Acesso exclusivo à nossa rede de centenas de mosteiros que irão rezar por suas intenções

3.

Acesso exclusivo ao boletim Direto do Vaticano

4.

Acesso exclusivo à nossa Resenha de Imprensa internacional

5.

Acesso exclusivo à nova área de comentários

6.

Anúncios limitados

Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia