Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quarta-feira 24 Abril |
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

Por que Francisco mencionou “João XXIV” como possível nome do próximo Papa?

Papa Francisco menciona João XXIV

Antoine Mekary | ALETEIA

Francisco Vêneto - publicado em 05/09/22

Repercutiram as palavras do Papa sobre participação na Jornada Mundial da Juventude: "Vai Francisco ou João XXIV"

O Papa Francisco mencionou “João XXIV” como nome do próximo pontífice, o que gerou rápida repercussão na mídia. Mas qual foi exatamente o contexto dessa menção?

Francisco deu uma entrevista à rede TVI/CNN Portugal sobre a sua participação na próxima Jornada Mundial da Juventude (JMJ), que está programada para os dias 1º a 6 de agosto de 2023, em Lisboa. Sobre a sua expectativa de estar presente ou não, o Papa respondeu:

“Eu pretendo ir. Vai Francisco ou João XXIV. Mas o Papa vai”.

Basicamente, afirmou que a JMJ vai acontecer e o Papa vai participar, seja ele próprio, seja um eventual sucessor.

Vai ter Papa

Foi o que ocorreu, aliás, em 2005, na JMJ da Alemanha, e em 2013, na do Brasil: em ambos os casos, houve meses de questionamentos e especulações prévias sobre as participações, respectivamente, dos Papas João Paulo II, que já estava bastante doente em 2004, e Bento XVI, também debilitado em 2012.

De fato, João Paulo II faleceu em abril de 2005 e quem participou da JMJ em agosto foi Bento. E, em 2013, Bento renunciou em fevereiro e quem participou da JMJ em julho foi Francisco.

O atual pontífice quis assegurar que, ainda que aconteça qualquer coisa com ele antes desta próxima JMJ, o Papa sucessor irá participar e o evento será mantido com normalidade, exatamente como já aconteceu nas edições acima recordadas.

João XXIV

Mas o que gerou mais boatos nas redes sociais foi o nome que Francisco usou para exemplificar quem seria o próximo Papa: João XXIV.

Trata-se, de fato, apenas de um exemplo – mas considerado significativo por alguns vaticanistas. O exemplo poderia ter sido Paulo VII, João Paulo III, Bento XVII, Francisco II ou qualquer outro, mas o pontífice optou por homenagear São João XXIII, que entrou para a história como o Papa que convocou o Concílio Vaticano II – e também com o apelido de “Papa Bom” e até com a fama de “Papa mais engraçado de todos os tempos”. Francisco, de fato, nunca escondeu a sua admiração especial por aquele pontífice, a quem ele próprio proclamou santo na mesma cerimônia de canonização de João Paulo II.

Quem escolherá o nome do próximo Papa, no entanto, será o próprio sucessor de Francisco.

João Paulo III

Bento XVI, diga-se de passagem, contou, no livro-entrevista “Últimas conversações“, que havia pensado em adotar o nome de João Paulo III, em homenagem ao seu predecessor. No entanto, mudou de ideia e, com humildade, relatou o motivo:

“Eu teria visto como excessivo, porque era uma comparação que não poderia sustentar”.

Sem renúncia à vista

No tocante a Francisco e aos rumores de uma possível renúncia, ele declarou em julho, a repórteres dos canais Univisión e Televisa:

“Nenhuma intenção de renunciar. Não por enquanto (…) Nunca pensei em renunciar até hoje, e o exemplo que o Papa Bento nos deu é tão grande que, se eu vejo que não posso ou que faço mal ou sou um obstáculo, espero que a força desse exemplo me ajude a tomar a decisão”.

Tags:
IgrejaPapaPapa Francisco
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia