Aleteia logoAleteia logoAleteia
Domingo 25 Setembro |
Santo Aunacário ou Aunacário
Aleteia logo
Histórias Inspiradoras
separateurCreated with Sketch.

Elizabeth II sabia que não voltaria para casa e escolheu onde morrer, diz jornalista

Rainha Elizabeth II teria escolhido morrer no castelo de Balmoral

Jane Barlow/Press Association/East News

Francisco Vêneto - publicado em 15/09/22

Correspondente especializada em assuntos da família real: "Balmoral era o único lugar onde ela poderia deixar sua coroa e ser mãe, avó e bisavó"

A rainha Elizabeth II sabia que não voltaria para casa e escolheu onde morrer: é o que afirma a jornalista Katie Nicholl, que trabalha como correspondente da revista norte-americana Vanity Fair e é apresentada como especialista em assuntos ligados à família real britânica.

De acordo com Katie, foi um desejo pessoal da rainha passar seus últimos dias no castelo de Balmoral, na Escócia. A jornalista considera que Elizabeth II tinha consciência de que não voltaria mais para Londres.

“A rainha sabia que não voltaria com vida ao Castelo de Windsor ou ao Palácio de Buckingham. Acredito que ela queria estar em Balmoral e queria falecer lá. E o fato de ela ter feito isso pacificamente é realmente uma bênção”.

Katie Nicholl detalha alguns motivos pelos quais o castelo escocês era tão especial para a rainha mais popular do planeta:

“Acho que Balmoral era o único lugar onde ela poderia realmente deixar a sua coroa e ter um papel diferente: ser mãe, avó e bisavó”.

De fato, o castelo em que a monarca gostava de passar o verão lhe trazia memórias belas de sua infância em família.

Louise Tait, secretária de comunicação escocesa da rainha, confirmou que o castelo era um “lar” onde a monarca se sentia “muito, muito feliz”.

Balmoral também era o lugar preferido do esposo de Elizabeth II, o Príncipe Philip, que faleceu em abril de 2021, poucas semanas antes de completar 100 anos de idade.

Tags:
FamíliaMorteValores
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia