Aleteia logoAleteia logoAleteia
Domingo 02 Outubro |
Santos Anjos da Guarda          
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Síria: homenagem aos cristãos que perderam a vida na guerra civil

SYRIA

Aid to the Church in Need

Reportagem local - publicado em 18/09/22 - atualizado em 15/09/22

A guerra na Síria, que persiste ainda nos dias de hoje embora de forma muito localizada em algumas regiões no norte e nordeste do país, causou milhares de mortos

Thomas Heine-Geldern, presidente executivo da Fundação AIS, vai depositar junto ao ícone de Nossa Senhora das Dores – Consoladora dos Sírios, os nomes dos 1271 cristãos que, segundo dados recolhidos pelo Padre Andrzej Halemba, antigo director de projectos da Ajuda à Igreja que Sofre para o Médio Oriente, perderam a vida violentamente desde 2011, quando começou a guerra civil na Síria, até à actualidade.

A cerimónia aconteceu dia 16 de Setembro, no mosteiro de São Elias de Rableh, onde Eram esperados mais de mil peregrinos. Heine-Geldern está na Síria para assistir ao final da peregrinação do ícone de Nossa Senhora das Dores, que foi benzido pelo Papa Francisco em Roma, a 15 de Setembro de 2019, e que ao longo de três anos percorreu as 34 dioceses do país, tanto católicas como protestantes.

A iniciativa, “Consolai o meu povo”, promovida pela Fundação AIS com o apoio do Santo Padre, e que teve como objectivo implorar pela paz e pedir a protecção dos cristãos na Síria, terminou ontem com uma procissão na cidade de Homs, uma das mais devastadas logo nos primeiros anos de guerra. 

Esta cerimónia, que teve de ser adiada várias vezes por causa da pandemia do coronavírus, e que só agora se realizou, contou com a presença do arcebispo ortodoxo sírio Timothius Matta Alkhouri, do arcebispo ortodoxo grego George Abu Zakhem, do arcebispo católico sírio Rami Kabalan, além de Thomas Heine-Geldern e do Padre Andrzej Halemba. 

A guerra na Síria, que persiste ainda nos dias de hoje embora de forma muito localizada em algumas regiões no norte e nordeste do país, causou milhares de mortos, cerca de 6,7 milhões de deslocados internos e 6,6 milhões de refugiados, de acordo com números da ONU.

(Com Fundação AIS)

Tags:
CatólicosGuerraTerrorismo
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia