Aleteia logoAleteia logoAleteia
Segunda-feira 26 Setembro |
Santo Aunacário ou Aunacário
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Enviado do Papa fica em meio a tiroteio na Ucrânia

Este artigo é exclusivo para os membros de Aleteia Premium
Strefa Chwały Festiwal 2022 Stary Sącz

Michał Ziółkowski / Aleteia

I.Media para Aleteia - publicado em 19/09/22 - atualizado em 19/09/22

O cardeal Konrad Krajewski, que já esteve em missão na Ucrânia outras três vezes, relatou os momentos de desespero que viveu no país em guerra

Em sua quarta viagem à área de conflito, o cardeal Konrad Krajewski, enviado do Papa Francisco à Ucrânia, viajou para a cidade de Zaporizhia com dois bispos e um soldado. Em uma van carregada de alimentos, eles foram para um lugar onde “além dos soldados, ninguém mais entra” porque os combates estão se intensificando, como noticiou o site do Vaticano. Para o cardeal, que representa o Papa Francisco, é nestas periferias que as pessoas estão mais necessitadas.

Após descarregar os suprimentos, o grupo foi surpreendido por um tiroteio e todos tiveram que correr para se proteger. “Pela primeira vez na minha vida eu não sabia para onde fugir… porque não basta correr, é preciso saber para onde”, afirmou o esmoleiro apostólico.

Depois dos momentos de desespero em meio aos tiros, o grupo finalmente completou sua missão, entregando os mantimentos e rosários abençoados pelo Papa Francisco.

Nas fotos, o cardeal Krajewski é visto usando um capacete com uma cruz vermelha e um colete à prova de bala com sua cruz peitoral. O cardeal polonês observou que este episódio de guerra ocorreu justamente no dia em que comemorava nove anos de sua ordenação como bispo.

O Papa reza pelo povo ucraniano martirizado

Esta quarta viagem leva o enviado do Papa à Ucrânia para as regiões de Odessa, Žytomyr, Kharkiv e outros lugares no leste do país. A longa missão é uma oportunidade para o Bispo de Roma enviar “ajuda concreta” ao povo através das organizações da Cáritas diocesana.

O cardeal Krajewski já esteve na Ucrânia em março. Ele visitou refugiados e autoridades em Lviv e Kiev. Depois, partiu para uma segunda viagem para entregar uma ambulância em Lviv. Finalmente, ele passou a Semana Santa no país devastado pela guerra, visitando as valas comuns na Sexta-feira Santa. Na ocasião, entregou uma ambulância oferecida pelo pontífice.

Além do cardeal Krajewski, o Papa também enviou vários outros representantes à Ucrânia, incluindo seu “Ministro das Relações Exteriores”, o Arcebispo Paul Richard Gallagher, e o cardeal Michael Czerny, Prefeito do Dicastério para o Serviço de Desenvolvimento Humano Integral.

Durante o Angelus de 18 de setembro de 2022, o Papa Francisco lançou um apelo pela paz na Ucrânia. “Continuemos a rezar pelo povo mártir ucraniano e pela paz em todas as terras ensanguentadas pela guerra”, disse o Santo Padre sob os aplausos da multidão na Praça de São Pedro.

Este artigo é exclusivo para os membros Aleteia Premium

Já é membro(a)? Por favor,

Grátis! - Sem compromisso
Você pode cancelar a qualquer momento

1.

Acesso ilimitado ao conteúdo Premium de Aleteia

2.

Acesso exclusivo à nossa rede de centenas de mosteiros que irão rezar por suas intenções

3.

Acesso exclusivo ao boletim Direto do Vaticano

4.

Acesso exclusivo à nossa Resenha de Imprensa internacional

5.

Acesso exclusivo à nova área de comentários

6.

Anúncios limitados

Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Tags:
CaridadeGuerraPapa FranciscoUcrânia
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia