Aleteia logoAleteia logoAleteia
Domingo 25 Setembro |
Santo Aunacário ou Aunacário
Aleteia logo
Espiritualidade
separateurCreated with Sketch.

Santas Chagas de Jesus: as chagas de amor

Este artigo é exclusivo para os membros de Aleteia Premium
Santas Chagas de Jesus

P Deliss / GODONG | Ref:275

Padre Reginaldo Manzotti - publicado em 20/09/22

As Chagas do Senhor se abrem não mais como feridas a sangrar, feridas do seu martírio, mas como chagas a abençoar, feridas gloriosas da sua ressurreição

A devoção das Santas Chagas é muito antiga e tradicional na Igreja Católica. Essa devoção nasceu na Santa Cruz, no grande ato de amor, quando Jesus se entregou e levou nossos pecados sobre o madeiro. 

É uma devoção cristocentrica, quer dizer que o Senhor é o centro, e abrange o que é fundamental e o Apóstolo Paulo pregou com tanta veemência, a Paixão Morte e Ressurreição de Nosso Senhor Jesus Cristo, chegando a dizer: Se Cristo não tivesse ressuscitado vã seria nossa fé (1Cor 15, 14). 

É por essa fé que todas as vezes que contemplamos as Santas Chagas de Jesus, nos deparamos com o grande mistério de Sua Paixão, Morte e Ressurreição, tudo o que Ele sofreu por amor.  Então, essa devoção nos leva a centralidade da nossa fé.

As chagas de amor

É o que o Senhor desejou, pois tendo ressuscitado quis trazer no Seu corpo glorioso a marca das Cinco Chagas, como disse Santo Agostinho: “Cristo transpassado por nós e pregado com os cravos sobre a cruz, descido da cruz e sepultado, é a nossa salvação. Ele ressuscitou do sepulcro, curado dos ferimentos e mantendo as cicatrizes”. Se assim o quis é para que fosse eternamente lembrado no seu ato de amor, por isso Chagas de amor.

Depois de Ressuscitado, Jesus convidou os apóstolos a tocarem Suas Chagas para confirmar a Ressurreição. Confirmar na fé, particularmente a Tomé, mas também a todos nós.  Na tradição da Igreja, o convite feito por Jesus foi entendido como extensivo aos fiéis de todos os tempos, não apenas para confirmar a fé na Ressurreição, como também para fixar mais intensamente o compromisso cristão e aperfeiçoar a gratidão pelo ato redentor do Senhor. Por meio da contemplação e da veneração das marcas amorosas de Seu martírio e, posteriormente, de Sua glorificação, nós retribuímos Seu gesto de amor com amor por Deus, por Ele e pelos irmãos. Assim surgiu essa devoção de grande relevância na vida cristã e na história da Igreja.

Santas Chagas: refúgios para os cristãos

Nós não podemos ser uma geração do desespero, de pessoas frívolas, cristãos amedrontados o que é pior, aquilo que São Pio dizia, pessoas impenitentes, isto é que não quer mudar, que não quer conversão. Confiemos no Senhor, reanimemos nossa fé.  

Nós nas nossas fragilidades, nas nossas lutas diárias busquemos refúgio nas Santas Chagas de Jesus.   Ele que disse, venham a mim todos que estão cansados, abatidos, passando por dificuldades, recorram a mim (cf. Mt 11,28). Nas Suas Chagas encontraremos alento e o conforto da misericórdia divina. 

Entretanto, além das questões temporais estímulo que peçamos as graças, as virtudes santificantes. Nos preocupemos também e não só com as graças temporais. 

A devoção a Jesus das Santas Chagas

Muitos são os teólogos e santos, como Santo Agostinho, São João Crisóstomo, São Bernardo, São Boaventura, São Tomás de Aquino, São Francisco de Assis, Santa Gemma Galgani, São Pio de Pietrelcina, entre outros, tiveram uma devoção muito especial às Santas Chagas. 

Esta é também uma das devoções prediletas do Papa Francisco, que assim recomendou: “Há esta bela devoção de recitar um Pai-Nosso por cada uma das cinco chagas: quando rezamos aquele Pai-Nosso, tentemos entrar através das chagas de Jesus dentro, dentro, precisamente do seu coração. E ali aprendemos a grande sabedoria do mistério de Cristo, a grande sabedoria da cruz”. E, ainda: “Não se esqueçam disto: olhem para o crucifixo, mas para dentro dele. Existe a linda devoção de rezar um pai-nosso para cada uma das cinco chagas: enquanto rezamos esse pai-nosso, procuramos ir entrando pelas feridas de Jesus até bem profundamente no Seu coração. E lá conheceremos a grande sabedoria do mistério de Cristo, a grande sabedoria da cruz” (Ângelus, de 18 de março/2018).

As Chagas do Senhor se abrem não mais como feridas a sangrar, feridas do seu martírio, mas como chagas a abençoar, feridas gloriosas da sua ressurreição.

Aproveito para convida-los para acompanhar a VII Festa de Jesus das Santas Chagas, que acontece entre os dias 19 e 25 de setembro. Neste ano, a programação será dedicada a relembrar, homenagear e agradecer o sacrifício de Jesus Cristo para nos salvar. Estão previstas Missas, Terços, pregações, momentos de Adoração ao Santíssimo, procissão e coroação do Senhor. O evento será presencial e terá transmissão ao vivo da Rede Evangelizar de Comunicação.

Este artigo é exclusivo para os membros Aleteia Premium

Já é membro(a)? Por favor,

Grátis! - Sem compromisso
Você pode cancelar a qualquer momento

1.

Acesso ilimitado ao conteúdo Premium de Aleteia

2.

Acesso exclusivo à nossa rede de centenas de mosteiros que irão rezar por suas intenções

3.

Acesso exclusivo ao boletim Direto do Vaticano

4.

Acesso exclusivo à nossa Resenha de Imprensa internacional

5.

Acesso exclusivo à nova área de comentários

6.

Anúncios limitados

Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Tags:
CruzDevoçãoJesus
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia