Aleteia logoAleteia logoAleteia
Segunda-feira 15 Abril |
Aleteia logo
Estilo de vida
separateurCreated with Sketch.

O que a esperança nos permite ver e viver

Este artigo é exclusivo para os membros de Aleteia Premium
shutterstock_660193264.jpg

releon8211 | Shutterstock

Talita Rodrigues - publicado em 22/09/22

É no virar da página da vida e no abrir-se para o novo que a esperança se coloca a postos para tornar inteiros os corações que outrora estavam quebrantados

O dicionário descreve a esperança como: “sentimento de quem vê como possível a realização daquilo que se deseja”.

E qual a relação do desejo para Psicanálise (diferente desse desejo do senso comum) e o conceito de esperança? Eu penso que seja a possibilidade de abertura. É a presença da abertura na vida. Nada estaria fechado, resolvido, entendido, cristalizado, determinado. Existe uma fratura nisso que permite a esperança existir, pois ela faz com que as coisas estejam, de fato, abertas, à espera, sem conclusões absolutas ou encerramentos.

Enquanto existir esperança, as coisas se transformam, mudam, se mantêm em movimento ou apenas não se fecham, não se concluem, não se obstruem, não se bloqueiam.

Fantasiar é, de fato, abrir-se para esperança e se deixar levar pelo grandioso brilho da possibilidade sem se perder nela, sem estagnar nela, sem ela te prender. É permitir-se mergulhar pelo mundo dos sonhos e não achar tão estranho quando a ideia da sua vida cruzar com o desejo guardado, como estrutura vazia no fundo do pote de esperança. Será que precisa ser tão estranho? Precisa ser tão diferente? Será que o caminho não pode ser esse?

Esperança, amor e existência

A esperança é como um fio condutor da existência. Ela permite que algo, do nada ou do vazio, se descole em direção ao movimento. O próprio amor é esperança. E percebemos essa simbologia representada em Jesus Cristo. Jesus Cristo é amor. E o amor é onde a esperança repousa numa resposta, em algo na vida, numa direção, num poder vir a ser, em um existir perto de alguém, em todas as formas que isso se manifeste.

A esperança é algo que te conduz para o futuro. É aquilo que te diz que em outro momento existe sentido, se agora não existir. É aquilo que te movimenta, que te move e empurra para frente ou apenas o que te dá a mão e te dá a possibilidade de acompanhar.

A esperança representa vida. A vida pulsante é a esperança materializada. Ou seja, se existe vida, existe amanhã. A esperança é o caminho. Ela pode ser o que te ajuda a observar o caminho ou o que te faz parar para percebê-lo e apreciá-lo. A esperança é a única coisa que nos faz acreditar que, mesmo com o nosso coração quebrantado, existe um outro caminho – seja ele qual for.

É na dobra da vida que indica o depois e no virar da página que a esperança se coloca a postos para fazer daquele coração quebrantado um coração inteiro. E quando isso acontece, meu amigo, você tem plena consciência de que não está mais fadado a viver com seu coração quebrantado.

Quer ter acesso a conteúdos como este? Então clique aqui e comece a seguir a psicóloga Talita Rodrigues no Instagram

Este artigo é exclusivo para os membros Aleteia Premium

Já é membro(a)? Por favor,

Grátis! - Sem compromisso
Você pode cancelar a qualquer momento

1.

Acesso ilimitado ao conteúdo Premium de Aleteia

2.

Acesso exclusivo à nossa rede de centenas de mosteiros que irão rezar por suas intenções

3.

Acesso exclusivo ao boletim Direto do Vaticano

4.

Acesso exclusivo à nossa Resenha de Imprensa internacional

5.

Acesso exclusivo à nova área de comentários

6.

Anúncios limitados

Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Apoie o jornalismo que promove os valores católicos

Tags:
AmorEsperançaSuperaçãoVirtudes
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia