Aleteia logoAleteia logoAleteia
Terça-feira 27 Fevereiro |
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Nicarágua: piora o estado de saúde do bispo preso pela ditadura

NICARÁGUA

Diócesis de Matagalpa

Francisco Vêneto - publicado em 23/09/22

Irregularmente detido há mais de um mês, dom Rolando tem problemas cardíacos

Está piorando o estado de saúde do bispo de Matagalpa, dom Rolando Álvarez, preso em 19 de agosto pela ditadura da Nicarágua.

Segundo o jornal local La Prensa, agravaram-se em particular os problemas cardíacos de dom Rolando, que segue em prisão domiciliar irregular, sem perspectiva de julgamento e até mesmo sem acusação formal.

As fontes do jornal são “ligadas à conferência episcopal”, mas, obviamente, não foram identificadas para preservar a sua própria segurança. À redação de La Prensa, as testemunhas consultadas afirmaram:

“Não temos muita informação. Nós realmente sabemos o que todos sabem: dom Rolando está em sua casa, com seus problemas de saúde, pois, antes de ser sequestrado, ele ia regularmente ao médico, já que tem problemas cardíacos. E toda a situação se agravou”.

O bispo ficou 15 dias sitiado na cúria episcopal de Matagalpa, no início de agosto, com a polícia bloqueando entradas e saídas por ordem do ditador, Daniel Ortega, ex-guerrilheiro de esquerda.

Na madrugada de 19 de agosto, a polícia invadiu a cúria e prendeu o bispo e mais sete pessoas: os padres Ramiro Tijerino, José Luis Diaz, Sadiel Eugarrios e Raúl González, os seminaristas Darvin Leyva e Melquín Sequeira e o leigo Sergio Cárdenas. Todos foram levados para o presídio de El Chipote, na capital, Manágua, conhecido como centro de torturas perpetradas pelo regime sandinista contra seus adversários. Dom Rolando foi transferido depois para a casa de seus pais, onde permanece em prisão domiciliar até hoje.

No presídio de El Chipote também está o padre Oscar Benavidez, da diocese de Siuna.

Em 15 de setembro, o Parlamento Europeu exigiu a libertação imediata de dom Rolando e dos demais presos por perseguição religiosa, mediante uma resolução aprovada por 538 votos a favor e 16 contrários.

Nas últimas semanas, mais de 50 sacerdotes da Nicarágua já se viram forçados a pedir refúgio em países vizinhos.

Tags:
BisposditaduraIgrejaPerseguiçãoPolítica
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia