Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quarta-feira 07 Dezembro |
Bem-aventurado Janos Scheffler
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Abusos sexuais: Santa Sé pune bispo herói nacional e Prêmio Nobel da Paz

CARLOS FILIPE XIMENES BELO

José Fernando Real I CC BY-SA 4.0

Francisco Vêneto - publicado em 04/10/22

Grandes méritos se chocaram com acusações de comportamentos execráveis

A Santa Sé puniu, por graves acusações de abusos sexuais, um bispo considerado herói nacional em Timor Leste, onde ele exerceu contribuição decisiva para a independência do país que antes era ocupado pela Indonésia.

Timor Leste é, proporcionalmente, o país mais católico do planeta depois do Vaticano, enquanto a Indonésia é o país de maior população majoritariamente muçulmana do mundo.

O processo de ocupação pela Indonésia e, posteriormente, a luta de Timor Leste pela independência foram sangrentos e produziram episódios de brutalidade que escandalizaram a comunidade internacional, como se recorda no seguinte artigo:

O heroísmo do bispo de Timor Leste em favor do seu povo lhe rendeu nada menos que o prestigioso Prêmio Nobel da Paz, em 1996, conjuntamente com José Ramos-Horta, que é o atual presidente do país.

Infelizmente, porém, estes grandes méritos se chocaram depois com acusações de comportamentos execráveis, notadamente de abusos sexuais contra menores.

Estamos falando de dom Carlos Filipe Ximenes Belo, hoje com 74 anos de idade.

Em comunicado veiculado no último dia 28 de setembro, o diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé, Matteo Bruni, reiterou que a Congregação vaticana para a Doutrina da Fé já impôs sanções ao bispo que incluem as proibições de estabelecer qualquer contato voluntário com menores, além de severas restrições ao exercício do seu ministério sacerdotal. Bruni registra que, ainda em novembro de 2021, essas medidas, que já estavam vigentes, “foram reforçadas ainda mais” e o bispo as “aceitou formalmente”.

Esta recente manifestação de Matteo Bruni é uma resposta pública a uma reportagem do jornal holandês De GroeneAmsterdammer, que divulgou as acusações apresentadas por dois homens contra dom Ximenes Belo por ter abusado deles na década de 1990, quando ambos eram adolescentes.

Eles afirmam que, quando o bispo cometia os abusos, pagava para que ficassem calados, aproveitando-se da miséria econômica de Timor Leste. Um dos dois homens entrevistados pela publicação holandesa declara:

“Quero as desculpas de Belo e da Igreja. Quero que reconheçam o sofrimento que infligiram a mim e aos outros, para que essa violência e abuso de poder não voltem a acontecer”.

Os salesianos também se manifestaram a respeito das acusações, já que dom Ximenes Belo fez a sua profissão religiosa dentro dessa congregação. O comunicado informa que Ximenes Belo não depende mais dos salesianos desde que foi nomeado bispo. Ainda assim, a congregação registra:

“Com profunda tristeza e perplexidade, a Inspetoria portuguesa da Sociedade Salesiana ouviu o que foi noticiado sobre a suspeita de abuso sexual de menores envolvendo dom Ximenes Belo. A Província de Portugal, a pedido dos seus superiores hierárquicos, recebeu-o como hóspede nos últimos anos. Desde que está em Portugal, não teve nenhum cargo ou responsabilidade educacional ou pastoral a serviço de nossa Congregação. Em assuntos relacionados com as notícias, não temos o conhecimento para nos pronunciar e nos reportamos àqueles que têm essa competência e conhecimento”.

Carlos Filipe Ximenes Belo nasceu em 1948, fez a profissão perpétua como salesiano em 1973, foi ordenado sacerdote aos 32 anos de idade em 1980 e consagrado bispo aos 40 anos em 1988.

Tags:
Abusos SexuaisBisposHistóriaJustiça
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia