Aleteia logoAleteia logoAleteia
Terça-feira 29 Novembro |
Santa Iluminada  Virgem († séc. IV)  
Aleteia logo
Estilo de vida
separateurCreated with Sketch.

Conheça o dispositivo que está eliminando o uso de celulares em escolas e espetáculos

Sarah Robsdottir - publicado em 04/10/22

As pessoas que já utilizaram o aplicativo comprovaram que algumas horas sem o telefone são uma experiência profunda

As escolas de ensino médio da Filadélfia, EUA, viraram notícia recentemente por utilizarem um dispositivo para guardar os telefones celulares dos alunos, impedindo o funcionamento do aparelho. Trata-se de uma espécie de “bolsa” para guardar os celulares durante as aulas. Chamado de Yondr Pouch, o dispositivo magnético de vedação permite que os estudantes mantenham seus telefones celulares por perto, mas sem poder usá-los. Com isso, os estudantes conseguem se concentrar mais nas aulas e nas interações interpessoais.

O dispositivo magnético de vedação permite que os alunos mantenham seus telefones celulares próximos sem realmente poder usá-los . Os alunos são então mais capazes de se concentrar em seus estudos e em interações interpessoais significativas.

Yondr Pouch

Embora os Yondr Pouches estejam, de fato, ajudando as escolas, sua origem e seu principal uso remontam às salas de espetáculo. O dispositivo foi inventado em 2014 por Graham Dugoni, um ex-jogador de futebol semiprofissional de 32 anos que ficava frustrado com a distração provocada pelo uso dos telefones celulares nos shows. 

Portanto, não é surpresa que muitos dos primeiros fãs dos Yondr Pouches tenham sido artistas como Alicia Keys, John Mayer e Jack White, os quais exigiram o uso do Yondr Pouch em muitos de seus shows. 

Na verdade, o público dos espetáculos têm que alugar os dispositivos. O aluguel sai por cerca de US$ 3, enquanto a compra da bolsinha para crianças em idade escolar sai, em média, a US$ 15.

O dispositivo, que não interfere na recepção do telefone celular, funciona fazendo com que, no início do show ou do horário escolar, as pessoas coloquem seus telefones em bolsas de vedação ligeiramente maiores que o tamanho do telefone. Depois, os participantes visitam uma “estação de desbloqueio” magnética de alta potência antes da saída. 

Os frequentadores de shows, assim como estudantes do ensino médio, costumam protestar ao usar o Yondr Pouch no início, mas quando percebem que o telefone ainda está vibrando e que podem escapar para o saguão ou para a sala do diretor para desbloqueá-lo para uma chamada importante, eles quase sempre relaxam.

Notas melhores

Os frequentadores de shows relatam prontamente que o Yondr Pouch os ajudou a “focar no momento” em vez de se distrair com seus telefones. Da mesma forma, alunos como os da San Lorenzo High School, na Califórnia, experimentam uma melhora nos resultados das provas, bem como na socialização dentro da escola.

No entanto, muitos alunos, pais e frequentadores de shows não estão felizes com Yondr Pouch. “Eu não me sentiria seguro sem o meu telefone”, disse Lance Plume, de 18 anos, aluno do último ano de uma escola secundária da Filadélfia. Da mesma forma, muitos frequentadores de shows gostam de ter as imagens do espetáculo em seus telefones celulares como lembranças. Portanto, não é surpresa que haja uma variedade de petições contra o uso do dispositivo em sites como Change.org.

O criador do Yondr Pouch, não se intimida. Com mais instituições e artistas abraçando sua invenção, ele deixa claro que está focado em liderar o movimento: “Esteja aqui, agora”, diz seu site.

Ele também apresenta um link para um festival anual de música sem telefone que ele organiza e uma citação do filósofo cristão Soren Kierkegaard: “As maiores e mais belas coisas da vida não devem ser ouvidas, nem lidas, nem vistas; devem ser vividas”.

Tags:
InternetRedes sociaistecnologia
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia