Aleteia logoAleteia logoAleteia
Terça-feira 29 Novembro |
Santa Iluminada  Virgem († séc. IV)  
Aleteia logo
Espiritualidade
separateurCreated with Sketch.

Por onde devemos começar nossa missão evangelizadora?

Este artigo é exclusivo para os membros de Aleteia Premium
Evangelização

Shutterstock

Padre Reginaldo Manzotti - publicado em 04/10/22

A missão se faz com os pés dos que vão, com os joelhos dos que oram e com as mãos dos que contribuem

Neste mês, celebramos em toda a Igreja o Dia Mundial das Missões. A data nos renova um desafio: precisamos ser missionários, pois ainda existem muitas pessoas que não conhecem Jesus Cristo. Por isso, o Papa Francisco sempre ressalta a natureza missionária da Igreja e exorta todos os seus membros a sermos missionários.

E por onde começar? Devemos começar a exercer a missão em nossas famílias. A primeira célula a ser objeto de nossa evangelização é a nossa família, depois nosso bairro e a partir daí as cidades até os confins do mundo. E quem nos dá esse exemplo é o próprio Jesus. Ele nasceu em Belém e morou em Nazaré. Porém, um dos lugares onde foi propagar sua Boa-Nova foi em Cafarnaum, num entroncamento de grandes estradas. Dentro dos seus recursos, Jesus foi anunciar o Evangelho onde a Boa-Nova poderia “pegar a estrada”.

Os Apóstolos seguiram o exemplo do Mestre. Pedro saiu de Cafarnaum, onde residia e procurou propagar a Palavra. Paulo saiu de Jerusalém e foi para a Grécia, teve coragem de ir ao areópago e proclamar o Evangelho mesmo que ninguém o escutasse, demonstrando que o mais importante é levar a Palavra e que evangelizar é questão de coragem. Não importa se seremos bem recebidos ou mal recebidos, se a Palavra frutificará hoje, amanhã ou nunca. Importa que ela seja semeada.

Missão e perseverança

E para semear é necessária perseverança, que vem da vigilância. Não podemos desanimar por não vermos resultados imediatos. Devemos estar atentos aos frutos, pois o Senhor é quem os fecunda, o tempo é de Deus e não cabe a nós prever.

Além de perseverar, devemos agir na gratuidade, não devemos nos sentir como servos inúteis. Façamos o bem, mesmo se formos incompreendidos, pois o que importa é a nossa firmeza, a nossa intenção. Coloquemo-nos em nosso lugar de missionários, evangelizadores do Senhor, dispostos a sermos sempre discípulos de nosso Mestre Jesus.

Outro aspecto que devemos ressaltar é a disponibilidade. Nossa resposta não pode ser: amanhã eu vou, semana que vem eu vou, ou não sei, tenho tantas coisas para ajeitar. É bom lembrar que os Apóstolos foram chamados por Jesus de forma rápida, não teve ‘’namoro’’ ou um conhecimento breve. Jesus passou, entrou na vida deles, olhou-os e disse: “Sigam-me”. E eles deixaram o modo como viviam, simplesmente largaram as redes e O seguiram. Não tiveram um seminário com Jesus, não tiveram um tempo que pudessem parar e pensar um pouquinho, fazer um discernimento e depois dar a resposta. Foi algo rápido e sumário.

Coragem para recomeçar

De um lado, os Evangelhos mostram a coragem destes apóstolos. Do outro, mostram que Jesus, em três anos, fez com que morresse nos apóstolos o jeito antigo de viver e de pensar. Fez com que aqueles homens que tiveram a coragem, o desprendimento para segui-Lo, renascessem, recomeçassem, pensassem como Ele, sentissem como Ele.

E se achamos que nada mais temos para oferecer, lembremos de Santa Teresinha do Menino Jesus, que entrou para vida religiosa com 15 anos, morreu com apenas 24 anos e se fez santa num convento que não tinha mais que 800 m². Foi declarada Padroeira das Missões sem nunca ter saído do convento, porque sua oração tinha realmente asas.

Lembremos que a Missão se faz com os pés dos que vão, com os joelhos dos que oram e com as mãos dos que contribuem. Aproveito para agradecer a Deus pelos 17 anos de Obra Evangelizar é Preciso. Que Santa Terezinha do Menino Jesus, Doutora da Igreja e Padroeira das Missões nos ajude a evangelizar cada vez mais.

Este artigo é exclusivo para os membros Aleteia Premium

Já é membro(a)? Por favor,

Grátis! - Sem compromisso
Você pode cancelar a qualquer momento

1.

Acesso ilimitado ao conteúdo Premium de Aleteia

2.

Acesso exclusivo à nossa rede de centenas de mosteiros que irão rezar por suas intenções

3.

Acesso exclusivo ao boletim Direto do Vaticano

4.

Acesso exclusivo à nossa Resenha de Imprensa internacional

5.

Acesso exclusivo à nova área de comentários

6.

Anúncios limitados

Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Tags:
evangelhoevangelizacaoIgreja
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia