Aleteia logoAleteia logoAleteia
Segunda-feira 05 Dezembro |
São Saba
Aleteia logo
Histórias Inspiradoras
separateurCreated with Sketch.

A morte do “Contrabandista de Deus”, fundador da maior obra mundial em prol dos cristãos perseguidos

Este artigo é exclusivo para os membros de Aleteia Premium
Irmão André, o Contrabandista de Deus

opendoors.org

Francisco Vêneto - publicado em 05/10/22

O Irmão André fundou a Portas Abertas depois de presenciar a situação dos cristãos oprimidos pelo comunismo na Polônia

Morreu em 27 de setembro o Irmão André, fundador da Portas Abertas, o maior e mais antigo ministério de abrangência internacional em defesa dos cristãos perseguidos no mundo por causa da fé.

Nascido Anne Van der Bijl e conhecido como o “Contrabandista de Deus”, o Irmão André faleceu em casa, na Holanda, aos 94 anos.

Ele deu início ao seu excepcional apostolado em favor dos cristãos perseguidos quando viajou em 1955 à Polônia, com uma delegação holandesa, para participar do Festival Mundial da Juventude Comunista.

Por trás da máquina da propaganda comunista de inclusão, igualdade e progresso, que seduzia tantos jovens na época e mesmo hoje, o que ele viu na vida real dos poloneses foi uma sociedade empobrecida e oprimida em todas as áreas da vida social por um regime ditatorial, que, de modo truculento, vetava radicalmente a liberdade religiosa.

Encarando os riscos envolvidos, ele distribuiu uma mala cheia de livros de temáticas cristãs, dando assim início, humildemente, ao ministério Portas Abertas. Uma inspiração para o começo da missão foi um versículo do Apocalipse:

“Sê vigilante e consolida o resto que ia morrer” (Ap 3,2).

A autobiografia do Irmão André, intitulada “O Contrabandista de Deus”, se tornou um best-seller internacional. Desde 1967, já foram vendidas mais de 10 milhões de cópias em mais de 40 idiomas. Em 2015, uma edição atualizada comemorou os 60 anos da Portas Abertas incluindo um epílogo de 25 páginas com as “aventuras” vividas pelo fundador após a primeira publicação da obra.

Ao longo da vida, o Irmão André visitou ao menos 125 países e percorreu mais de um milhão de milhas em suas viagens para pregar o Evangelho e estabelecer vínculos com pessoas em necessidade, sobretudo os perseguidos por causa da fé. Graças à sua amizade e ao seu testemunho de amor a Deus, ele conseguiu ser recebido até por líderes de grupos fundamentalistas, vindo a ser um dos poucos líderes ocidentais a encontrá-los regularmente como embaixador de Cristo e da fé cristã.

Outro livro dele, “Força da Luz” (2004), escrito em co-autoria com Al Janssen, relata o seu trabalho de evangelização no Oriente Médio. E uma terceira obra, “Cristãos Secretos” (2007), também em co-autoria com Al Janssen, explica “o que acontece quando muçulmanos creem em Cristo”.

De fato, o Irmão André levou a Portas Abertas até onde a maioria dos cristãos não poderia chegar. A sua rede de cristãos locais ajudou a distribuir milhões de Bíblias por ano em lugares do mundo inteiro, além de capacitar centenas de milhares de líderes cristãos. O ministério também ajuda os cristãos perseguidos oferecendo ajuda econômica, alfabetização e acompanhamento vocacional, inclusive em países entre os mais perigosos do mundo.

O atual diretor executivo da Portas Abertas Internacional, Dan Ole Shani, testemunhou sobre o fundador:

“O Irmão André foi casado durante 59 anos com Corry, que faleceu em 23 de janeiro de 2018. Eles deixam cinco filhos e onze netos. Apreciamos as orações pela família diante desta grande perda. Uma perda que, aliás, não foi só para eles, mas para a Igreja em todo o mundo. O Irmão André deixará suas marcas na história da Igreja e um legado de amor e fidelidade a Deus para as próximas gerações”.

O secretário geral da Portas Abertas no Brasil, Marco Cruz, também se manifestou:

“O Irmão André nos deixa um exemplo de obediência ao Senhor e ao seu chamado. Foi obediente a ponto de colocar muitas vezes em risco a própria vida. Ele não media esforços para seguir o chamado recebido de Deus e servir aos cristãos perseguidos. Como ele mesmo dizia: ‘Claro que é perigoso, mas é mais perigoso não obedecer a Deus'”.

Neste ano de 2022, a Portas Abertas está comemorando 67 anos de atuação, com presença ativa em mais de 60 países. São mais de 1.400 colaboradores comprometidos em fortalecer os cristãos perseguidos.

O “Contrabandista de Deus” costumava afirmar:

“A nossa missão se chama Portas Abertas porque acreditamos que todas as portas estão abertas, em todos os tempos e em qualquer lugar. Eu literalmente acredito que toda porta está aberta para ir e pregar o Evangelho, desde que você esteja disposto a ir e não esteja preocupado em voltar”.

Este artigo é exclusivo para os membros Aleteia Premium

Já é membro(a)? Por favor,

Grátis! - Sem compromisso
Você pode cancelar a qualquer momento

1.

Acesso ilimitado ao conteúdo Premium de Aleteia

2.

Acesso exclusivo à nossa rede de centenas de mosteiros que irão rezar por suas intenções

3.

Acesso exclusivo ao boletim Direto do Vaticano

4.

Acesso exclusivo à nossa Resenha de Imprensa internacional

5.

Acesso exclusivo à nova área de comentários

6.

Anúncios limitados

Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Tags:
IgrejaPerseguiçãoTestemunho
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia